Copa do Brasil: Atlético-MG fecha preparação e leva apenas dois laterais para Chapecó

A tendência é que Larghi repita a escalação que venceu o Atlético-PR no domingo, pelo Brasileirão

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 15 - O técnico Thiago Larghi comandou nesta terça-feira a única atividade do Atlético-MG para o confronto de volta diante da Chapecoense pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na Cidade do Galo, o treinador interino não deu pistas da escalação que vai a campo na quarta, na Arena Condá.

A tendência é que Larghi repita a escalação que venceu o Atlético-PR no domingo, pelo Brasileirão, mas há duas dúvidas. Na defesa, Bremer pode ser mantido na vaga que era de Leonardo Silva. Já no meio de campo, Cazares e Otero continuam na disputa por um lugar entre os titulares.

Após a atividade, Larghi relacionou 23 jogadores para a partida. Chamou a atenção o número de opções para as laterais, apenas duas. Isso significa que Patric, pela direita, e Fábio Santos, pela esquerda, não terão reservas no banco diante da Chapecoense.

VOANDO!
A aposta atleticana é na boa fase de Róger Guedes. Depois de um péssimo início, o atacante vive ótimo momento com a camisa do clube e marcou cinco gols nas últimas seis partidas em que atuou. A sequência deixa o jogador animado para o confronto em Chapecó.

Róger Guedes vive boa fase no Atlético-MG
Róger Guedes vive boa fase no Atlético-MG

Significa muito, por eu ter treinado e me concentrado bastante, meus companheiros me ajudaram muito, e por ter acreditado bastante em Deus. Venho me dedicando bastante para, nos jogos, tentar dar o meu melhor dentro de campo", comentou.

Outro que está em alta no clube é o zagueiro Gabriel. O jovem jogador de 23 anos se firmou como dono da posição, tanto que completou 100 partidas pelo clube na derrota para o San Lorenzo no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. Nesta terça, ele foi homenageado por esta marca e recebeu uma camisa com o número 100.

"Não é apenas uma camisa, não é apenas uma placa. Isso representa muito, tudo que o Atlético-MG me proporcionou não só profissionalmente, mas como homem, como ser humano. Então, é com muita felicidade que recebo essa homenagem", comentou. "Fico muito feliz e muito honrado por fazer parte dessa história e espero completar 150, 200 jogos com essa camisa."

 
 
" />