Segundo pior ataque do Brasileirão, Atlético-GO fecha com 'atacante que não faz gol'

Na carreira, em 12 anos e com passagens por Internacional, Grêmio, Juventude e Bragantino, dentre outros, Roberson tem míseros 31 gols

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 18 (AFI) - O Atlético-GO tem, aos lado de Coritiba e Sport, o segundo pior ataque do Campeonato Brasileiro. E até mesmo por isso, foi ao mercado em busca de um reforço no sistema ofensivo. O problema é que o Dragão fechou com um "atacante que não faz gol".

Roberson, que estava encostado no Cruzeiro na Série B do Campeonato Brasileiro, vestirá a camisa rubro-negra goiana no Brasileirão. Ele não atua desde 3 de outubro. O problema é que os números do jogador de 31 anos não são nada bons.

Roberson no segundo pior ataque do Brasileirão. (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)
Roberson no segundo pior ataque do Brasileirão. (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

Pelo Cruzeiro, Roberson fez 13 partidas, mas apenas um gol. Não por acaso, ele foi apelidado pelos torcedores como "atacante que não faz gols". Na carreira, em 12 anos e com passagens por Internacional, Grêmio, Juventude e Bragantino, dentre outros, Roberson tem míseros 31 gols marcados.

Com 19 gols, o ataque do Atlético só supera o do Athletico-PR, dono de 16 tentos. O Dragão ocupa a 14ª colocação com 24 pontos. Na 22ª rodada, os goianos vão enfrentar o Sport na segunda-feira, às 20 horas, na Ilha do Retiro, em Recife.