Árbitro e repórter relatam presença de torcedores no jogo do Atlético-GO

Pessoas credenciadas pela CBF estavam na partida se comportando como torcedores, causando tumulto e xingando o trio de arbitragem

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 18 (AFI) – A presença de torcedores está proibida nos estádios brasileiros durante a pandemia, mas o Atlético-GO não parece estar cumprindo essa medida à risca.

No empate por 1 a 1 com o Athletico-PR, neste sábado, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o árbitro potiguar Pablo Ramón Gonçalves Pinheiros relatou na súmula a presença de pessoas credenciadas pela CBF causando tumulto e xingando o trio de arbitragem.

Segundo o árbitro, um grupo de pessoas sem máscara de proteção estava “provocando tumulto e xingando a arbitragem com as seguintes palavras: ‘ladrão, safado e filho da p...’”.

E não foi só o árbitro que relatou a presença de torcedores. A repórter Monique Vilela, da Rádio Banda B de Curitiba, que estava trabalhando na partida, usou as redes sociais para demonstrar a presença de torcedores.

“Estou nas cadeiras do estádio Pedro Ludovico. Um pouco acima, VÁRIAS pessoas com credencial no peito (ou seja, credenciadas pela CBF) torcendo. Gritando, xingando. Sim, parece ter torcida dentro do estádio!”, publicou.

Espaço incorporado por HTML (embed)