Presidente do Atlético-GO fala sobre a busca por um novo treinador

Adson Batista disse que o clube precisa de "um treinador para ser referência"

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 26 (AFI) - Já se passaram duas semanas desde que Vagner Mancini anunciou sua ida para o Corinthians e a diretoria do Atlético-GO ainda não conseguiu definir quem será o substituto para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Enquanto isso, o time está sendo comandado interinamente pelo auxiliar-técnico Eduardo Souza. Mas a diretoria sabe da importância de contratar um treinador mais experiente "para ter uma cobrança".

Adson Batista continua em busca de um novo treinador (Foto: Paulo Marcos/ACG)
Adson Batista continua em busca de um novo treinador (Foto: Paulo Marcos/ACG)
"Estou muito tempo no futebol, alguns recados que o campo e o jogo me oferecem. Não que os jogadores não estejam querendo, não existe isso. O ambiente é bom, o Atlético é um clube sério, todos os jogadores são sérios, confio em todos", disse o presidente Adson Batista, que completou:

"Tenho certeza que nós vamos precisar de um treinador para ser referência, para ter uma cobrança".

Recentemente, o mandatário rubronegro revelou que vários treinadores foram oferecidos ao clube. Ele também descartou a contratação de um profissional estrangeiro por questão de adaptação.

Desde a saída de Vagner Mancini, o Atlético-GO disputou três partidas sob o comando interino de Eduardo Souza e teve uma vitória, um empate e uma derrota. Com 22 pontos, o time está na 11ª colocação do Brasileirão.