Após acesso, presidente de time da Série B anuncia saída de treinador

Adson Batista disse que Eduardo Barroca não vai continuar pois está com problemas familiares

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 01 (AFI) - Apesar de Eduardo Barroca ter deixado seu futuro indefinido em entrevista concedida logo depois do acesso conquistado pelo Atlético-GO à elite do Brasileirão, o presidente Adson Batista garantiu que o treinador não continua para a próxima temporada. Ele já teria aceitado uma proposta para dirigir o Fluminense em 2020.

De acordo com o mandatário rubronegro, a não permanência de Eduardo Barroca em 2020 já havia sido decidida ao longo da semana. E o motivo não são os resultados. O treinador está passando por problemas familiares.

Eduardo Barroca não vai continuar no Atlético-GO para 2020
Eduardo Barroca não vai continuar no Atlético-GO para 2020

PROBLEMA COM FAMÍLIA

"Ele não fica. Isso já havia sido decidido. Ele está com problemas familiares. Ele tem todo meu respeito, batalhou bastante por esse acesso, morou no nosso CT, mas infelizmente não vai continuar", afirmou Adson Batista.

Contratado para substituir Wagner Lopes na reta final do Brasileiro da Série B depois de ter deixado o Botafogo, Eduardo Barroca comandou o Atlético-GO em nove jogos e, apesar de ter perdido apenas uma vez, teve três vitórias e nove empates.

AJUDA DO SÃO BENTO
Beneficiado pela derrota do América-MG para o já rebaixado São Bento, em Belo Horizonte, o Atlético-GO conquistou o empate ao empatar sem gols com o Sport, em Goiânia.

Com 62 pontos, o Dragão terminou na quarta colocação da Série B, subindo para a elite junto de Bragantino, Sport e Coritiba. O quinto colocado América-MG teve 61.