Série B: Dirigente do Atlético-GO admite que treinador está pressionado

O presidente do Conselho Deliberativo do Dragão, Jovair Arantes, também disse que o elenco precisa de um volante

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 08 (AFI) - Nem mesmo a vitória sobre o Guarani, por 1 a 0, na última quinta-feira, em Goiânia, diminuiu a pressão de Wagner Lopes no comando do Atlético-GO para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B.

Em entrevista à Rádio Sagres 730, de Goiânia, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Jovair Arantes, admitiu que Wagner Lopes está pressionado e precisa fazer o time jogar melhor.

"É evidente que o Wagner está pressionado, os jogadores estão e nós da diretoria também estamos. Ele é o comandante da equipe e ela precisa voltar a jogar bem. Então é evidente que está pressionado", comentou o dirigente rubronegro.

O técnico Wagner Lopes precisa fazer o Atlético-GO voltar a jogar bem para seguir no cargo
O técnico Wagner Lopes precisa fazer o Atlético-GO voltar a jogar bem para seguir no cargo
SOBRE O ELENCO

Jovair Arantes também falou da necessidade de um volante ser contratado para a sequência da temporada e revelou que o time sente falta de Washington, que deixou o clube por problemas internos e se transferiu para a Ponte Preta.

"Tá sentindo falta do Washington, porque já estava entrosado, mas ele teve um problema que nós não podemos deixar o time refém de nenhum jogador. Eu continuo com a mesma tese do ano passado, de que tá precisando de uma contenão maior para dar mais sossego para a defesa", analisou Jovair.

Na cola do G4, com 11 pontos, o Atlético-GO volta a campo na próxima terça-feira, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, pela oitava rodada da Série B. Depois disso, o campeonato vai ficar paralisado por um mês por conta da Copa América.