Atlético Acreano sofre mais no novo grupo do que na estreia pela Série C

Galo ainda não venceu nesta temporada, enquanto em 2018 foram seis pontos de nove possíveis

por Agência Futebol Interior

Rio Branco, AC, 13 (AFI) - O Atlético Acreano fez história em 2017 ao conquistar o acesso na Série D do Campeonato Brasileiro. O Galo não sentiu a pressão de debutar na Série C e fez boa campanha no ano passado. Mas só foi mudar de grupo, mas os nortistas se complicarem, pelo menos, neste início de edição 2019. A largada do Atlético neste ano está abaixo da vista no ano passado.

Ao empatar sem gols com o Boa Esporte, em Varginha, o clube do Acre se manteve sem vitória no Grupo B. São duas igualdades e uma derrota, além de um gol marcado e nada menos do que quatro tomados. Aproveitamento de apenas 22,2%. O Atlético está apenas uma posição acima da zona de rebaixamento. Neste ano, os clubes do Norte precisaram ser remanejados para o Grupo B, uma vez que o Grupo A foi dominado pelo Nordeste

Álvaro Miguéis tentará a primeira vitória na Série C!
Álvaro Miguéis tentará a primeira vitória na Série C!
Em 2018, a largada foi bem diferente. O Atlético somou seis pontos de nove possíveis e figurou no G4 do Grupo A. O Galo se classificaria na vice-liderança com um ponto a menos do que o líder e só seria eliminado nas quartas de final, uma fase antes do acesso, pelo Cuiabá, atual vice-campeão da 3ª divisão nacional.

Campeão acreano, mas sem vencer há seis jogos, o Atlético tentará desencantar na Série C no próximo domingo, às 19 horas, contra o São José na Arena da Floresta, em Rio Branco, pela 4ª rodada do Grupo B.