Segundona: Presidente do América é afastado do cargo

Com a punição, o cargo será assumido de forma provisória por Elizeu Sicoli

por Agência Futebol Interior

São José do Rio Preto, SP, 05 (AFI) - O atual presidente do América, Luiz Donizeti Prieto, o Italiano, na presidência desde 2017, e com mandato até 2020, foi afastado do cargo nesta quinta-feira por um período de 60 dias em reunião extraordinária realizado nas dependências do estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão. A decisão partiu dos conselheiros e acatado pelo presidente do Conselho Deliberativo americano, Pedro Benedito Batista.

A reunião contou com as presenças de 58 conselheiros com a maioria voltando pela suspensão do Italiano para esclarecimentos conforme determina o estatuto do clube e a comissão de sindicância e os conselheiros fiscais apurarem as irregularidades. Com a punição, assume a presidência provisoriamente Elizeu Sicoli.

"Fizemos o certo e atendemos a maioria dos conselheiros americanos que exigiram esclarecimentos e um ponto final na atual situação que o América vem atravessando. Cumprimos a lei como diz o estatuto do clube", disse o presidente do Conselho Deliberativo, Batista. Por outro lado, o afastado Italiano disse que vai recorrer da decisão.

ESCLARECIMENTO
A convocação por parte de Batista foi feita com base no item G do artigo 41, determinando o "julgamento de membros do Conselho Deliberativo, da Diretoria e do Conselho Fiscal que infringirem as normas estatutárias e lhes aplicar sanções".

Segundo o dirigente, as infrações são relacionadas à não prestação de contas e à não apresentação de contratos firmados e de venda de jogadores entre outras coisas.

Atualmente, o Rubro ocupa a Quarta Divisão do Futebol Paulista, onde foi eliminado na primeira fase da competição e registrando a pior campanha na história do quadro americano.