Fundado em 1946, América-SP completa 72 anos neste domingo

Na sua história já disputou por quatro décadas o Campeonato Paulista da 1ª Divisão e ainda o Campeonato Brasileiro, na década de 1980

por Oscar Silva

São José do Rio Preto, SP, 28 (AFI) - Enterrado em dívidas o América Futebol Clube de São José do Rio Preto, clube de muita tradição no cenário paulista e brasileiro está completando neste domingo, 72 anos de existência. Atualmente, o Rubro disputa a última divisão do Campeonato Paulista, organizado pela Federação Paulista de Futebol.

O vermelhinho tem como presidente Luiz Donizete Prieto, o Italiano. O Mecão, foi fundado em 28 de janeiro de 1946, pelo saudoso presidente Antonio Tavares Pereira de Lima, que era engenheiro da Estrada de Ferro Araraquarense(EFA), que também foi responsável pela fundação da Ferroviária, de Araraquara.

PRIMEIRO JOGO DO MECÃO

Em 02 de fevereiro de 1946, a agremiação era legalizada junto a Federação Paulista de Futebol. O primeiro jogo do time americano aconteceu no dia 17 de março, contra a equipe da Associação Atlética Ferroviária, de Araraquara. A partida foi apitada por José Nicolletti Sobrinho e aconteceu no Estádio Giocondo Zancaner de Mirassol, isto porque o Rio Preto não cedeu o seu estádio alegando que o América "roubara" muitos de seus torcedores e uma enchente inundara o campo do Palestra.

A partida terminou com a vitória do América por 3 x 1. Quirino abriu o placar marcando um gol de falta. Fordinho de cabeça fez 2 x 0, Sacarrolha descontou e, no 2º tempo, Dema marcou o último gol, dando números finais ao jogo.

TEM MAIS
O América FC, na sua história já disputou por quatro décadas o Campeonato Paulista da 1ª Divisão e ainda o Campeonato Brasileiro, na década de 1980.

O clube tem como patrimônio o estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão, inaugurado em 10 de fevereiro de 1996, pelo ex-presidente Benedito Teixeira, o Birigui, como era conhecido na qual a praça de esporte do Rubro, leva seu nome.

O Teixeirão, com capacidade para 36.428 lugares já foi palco de grandes clássicos do futebol brasileiro e, até mesmo com a presença da Seleção Brasileira e jogo pela Sulamericana. O passado repleto de glórias, o presente em decadência, e o futuro uma incerteza. Ainda sim, enquanto correr sangue nas veias do mais jovem torcedor rubro e branco, você estará vivo. Parabéns eterno gigante do interior.