Sondado por rivais do Brasileirão, técnico ex-Inter se vê "muito feliz" no América-MG

Após o vice da Série B, Lisca Doido foi alvo recente do Santos, que perderá Cuca ao final da atual temporada

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 16 (AFI) - A grande temporada de 2020 à frente do América-MG, com o qual foi vice-campeão brasileiro da Série B e finalista da Copa do Brasil, fez com que o técnico Lisca Doido entrasse na mira de outros grandes clubes nacionais, como o Santos, que ficará sem Cuca. O comandante americano, porém, garantiu foco total no Coelhão.

“Você sabe que no ano passado - e isso não foi segredo para ninguém - eu recebi uma série de convites, e a gente soube lidar muito bem com isso. Hoje, eu sou treinador do América. Estou muito feliz aqui. Tive uma valorização que eu gostaria de agradecer a todo clube", comentou.

Lisca Doido - Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Lisca Doido - Foto: Divulgação
O treinador ainda evitou projetar os próximos desafios, especialmente no retorno ao Brasileirão. Em 2021, ainda haverá disputa do Mineiro e da Copa do Brasil.

“Difícil dar um limite. Isso ninguém sabe. Isso vai depender muito do nosso trabalho, da nossa capacidade, da nossa entrega, do desenvolvimento de todo o clube, do crescimento estrutural, crescimento de investimento… Tudo isso é uma conjuntura de fatores que vai fazer a gente chegar no nosso máximo”, avaliou.

"Obviamente, o objetivo principal nosso é a manutenção na Série A. Agora, nós não queremos simplesmente a manutenção. Queremos fazer uma boa Série A. Estamos vendo equipes que subiram ano passado brigando até por vaga na Libertadores (como Atlético-GO e do Red Bull Bragantino). Quem sabe, podemos ficar na ‘primeira página, beliscando'", completou.