Marcus Salum banca Adilson Batista e convoca torcida do América-MG

O Coelho amarga um jejum de nove jogos sem vitória e entrou na zona de rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 07 (AFI) - A sequência de nove jogos sem vitória não foi o bastante para a diretoria do América-MG demitir Adilson Batista. Após a derrota no clássico para o Cruzeiro, por 2 a 1, no último final de semana, o presidente Marcus Salum garantiu a permanência do treinador no restante do Campeonato Brasileiro.

"É um erro pensar que trocando o treinador haverá uma solução. Não quero nem ouvir isso. Se trocar treinador fosse solução, o Atlético não passaria pela situação que se encontra hoje. Quem fiz isso, recentemente perdeu três jogos seguidos. Não é solução", comentou o mandatário, citando a troca de comando no Atlético-MG.

Contratado depois da Copa do Mundo para o lugar de Ricardo Drubscky, Adilson Batista entreou com vitória sobre o Internacional, por 1 a 0, no dia 26 de julho. Depois disso, o treinador comandou o América-MG em mais 17 jogos, com foram três vitórias, oito empates e seis derrotas.

O presidente Marcus Salum bancou a permanência de Adilson Batista no América-MG
O presidente Marcus Salum bancou a permanência de Adilson Batista no América-MG
A sequência de nove partidas sem um resultado positivo empurrou o Coelho para a zona de rebaixamento, figurando na 18ª colocação, com 34 pontos, dois a menos que o Sport, primeiro fora da degola. No sábado, o time recebe o já rebaixado Paraná, na Arena Independência, pela 33ª rodada.

APOIO IMPORTANTE
Apesar da torcida ter deixado a Arena Independência bastante chateada após a derrota para o Cruzeiro, inclusive fazendo protesto na hora da saída da delegação, o presidente pediu o apoio dos torcedores nessa reta final de campeonato.

"A chegada desses seis jogos vai ser duríssima, sem vocês (torcedores) vai ser mais difícil ainda. Mesmo que nosso treinador não seja do coração de vocês. Mesmo que o time não seja escalado da forma que vocês queiram, precisamos que vocês estejam com o coração no campo. Dando apoio a todos os jogadores, pois nós acreditamos que podemos ficar", afirmou Marcus Salum à TV Coelho.

 
 
" />