Federação proíbe futebol no Amazonas até final de janeiro; treino está liberado

A entidade informou também que os treinos estão liberados apenas para os times profissionais

por Agência Futebol Interior

Manaus, AM 25 (AFI) - A Federação Amazonense de Futebol (FAF) publicou uma resolução suspendendo os jogos de futebol no Estado até o dia 31 de dezembro, independentemente de ser profissional ou amador. A decisão foi tomada tendo como base o decreto n° 43.303 emitido pelo governador.

A entidade informou também que os treinos estão liberados apenas para os times profissionais, visando o Campeonato Amazonense, além da Copa Verde, mas proibiu a realização do famoso 'coletivo'. A FMF ainda cobrou testes periódicos nos atletas e membros da comissão técnica, além de uso de máscara, álcool e gel, e ressaltou a importante dos atletas não dividirem o mesmo material.

Manaus não poderá jogar no Estado em janeiro
Manaus não poderá jogar no Estado em janeiro

Vale lembrar que o Estado entrou em colapso devido à pandemia da covid-19, que resultou na fala de oxigênio e ainda contou com a omissão do Governo Bolsonaro. O Amazonas tem 249.713, casos confirmados e 7.146 mortes.

Confira o comunicado emito pela FAF:

O Presidente da Federação Amazonense de Futebol – FAF, SR. FRANCISCO DAS CHAGAS DISSICA VALÉRIO TOMAZ, no uso de suas atribuições legais estatutárias, conferidas, pela presente,

CONSIDERANDO as determinações do Decreto No. 43.303 do dia 23 de Janeiro de 2021, emitido pelo Governo do Estado do Amazonas, que suspende todas as atividades econômicas não essenciais do estado e também versa sobre a proibição de circulação de pessoas em espaços e vias públicas, pelo período de 25/01/21 a 31/01/21 (7 dias), com o propósito de diminuir o número de infectados e permitir um melhor enfrentamento da Pandemia de Covid-19 no Estado do Amazonas.

Manaus goleou o Atlético no Acre e mostrou faixa em campo
Manaus goleou o Atlético no Acre e mostrou faixa em campo

CONSIDERANDO o estado de emergência municipal decretado pela Prefeitura Municipal de Manaus por meio do Decreto No. 5.001 do dia 04 de janeiro de 2021, que define medidas emergenciais diante de um novo aumento de casos de Covid-19 no Município de Manaus com vigência de 180 dias a contar da data de sua publicação.

RESOLVE:

Art. 1º. SUSPENDER todos os jogos de futebol profissional e amador no estado, incluindo amistosos até o dia 31 de janeiro de 2021, reforçando as medidas restritivas adotadas no Decreto do Governo do Estado do Amazonas de No. 43.303;

Art. 2º. SUSPENDER, durante o período de vigência do Decreto do Governo do Estado do Amazonas de No. 43.303, inclusive suas possíveis renovações, as atividades presenciais da Federação Amazonense de Futebol.

Parágrafo Único: Todos os assuntos urgentes de interesse da Federação Amazonense de Futebol e de seus afiliados, deverão ser tratados por meio do e-mail [email protected] e submetidos aos respectivos despachos dos departamentos responsáveis.

Art 3º. RESTRINGIR os treinamentos somente às equipes de FUTEBOL PROFISSIONAL em preparação para às competições estaduais, regionais e/ ou nacionais, em horários específicos e que deverão seguir novas diretrizes para suas realizações.

§ 1º. Os treinos devem acontecer em local de uso privado e fechados ao público;

§ 2º. Todos os integrantes da equipe, incluindo comissão técnica e funcionários, devem manter os testes de COVID-19 atualizados, de acordo com os períodos preestabelecidos pelos seus departamentos médicos;

§ 3º. Os treinamentos devem ser acompanhados por um profissional médico para atestar a condição de saúde dos atletas, antes de iniciar os treinos e após às suas realizações;

§ 4º. O uso de máscara, álcool em gel e distanciamento devem ser reforçados, mantendo às suas obrigatoriedades pelo período integral de duração dos treinos, exceto aos atletas que estejam em atividade física;

§ 5º. Os treinos coletivos devem ser evitados, cujo os mesmo devem ser substituídos por treinos em campo reduzidos ou de condicionamento físico, e se possível, com a divisão em grupos menores de atletas para colaborar com o máximo distanciamento possível durante a realização dos mesmos;

§ 6º. Os uniformes de treino dos jogadores devem ser individuais e fica vetado os seus compartilhamentos. Assim como, todos os materiais e equipamentos de treinamento devem ser higienizados para o reuso entre os atletas.

§ 7º. As equipes devem emitir uma declaração para os seus atletas e funcionários, estabelecendo critérios e de participação de treinamentos restritamente voltados para o DESPORTO PROFISSIONAL em preparação para às COMPETIÇÕES ESPECÍFICAS, com os HORÁRIOS de treinamento preestabelecidos.

Publique-se e cumpra-se.

Manaus, AM – 25 de janeiro de 2021.

DISSICA VALÉRIO TOMAZ
PRESIDENTE DA FAF