AMAPAENSE: Nos pênaltis, Ypiranga interrompe sequência do Santos e fatura 9º título

O Ypiranga chega a nove títulos estaduais em sua história, quebrando um jejum de 14 anos e interrompe tri do Santos

por Agência Futebol Interior

Macapá, AP, 13 (AFI) – Após o 0 a 0 da partida de ida da final do Campeonato Amapaense, Santos e Ypiranga voltaram a se enfrentaram no estádio Zerão, em Macapá-AP, e ficaram no empate por 1 a 1, que levou o jogo para os pênaltis. Nas cobranças, o Ypiranga venceu por 4 a 1 e garantiu o título estadual.

Com esta conquista, o Ypiranga chega a nove títulos estaduais em sua história, quebrando um jejum de 14 anos. A última que o clube faturou o torneio havia sido em 2004. O Santos tem seis conquistas, todas depois dos anos 2000, e teve sua possibilidade de tricampeonato interrompida.

PEIXE SAI NA FRENTE
O duelo começou truncado e o Ypiranga tomou as primeiras iniciativas de descer ao ataque. A primeira grande chance, no entanto, foi do Santos, aos 16 minutos. Romano recebeu cruzamento de Léo Rosa e bateu de primeira por cima do gol. O Ypiranga respondeu aos 20 minutos. Luquinha cobrou falta frontal e o goleiro do Peixe fez boa defesa.

Ypiranga fatura mais um título estadual
Ypiranga fatura mais um título estadual

Com o Santos chegando, começou a chover forte no estádio Zerão na metade do primeiro tempo. Isso dificultou as jogadas de ataque, mas, ainda assim, o Santos conseguiu abrir o placar. Aos 44 minutos, Balão Marabá cobrou falta no meio da área e Lessandro apareceu para finalizar forte no meio do gol.

YPIRANGA EMPATA
Com a vantagem no placar, o Santos voltou mais defensivo, mas conseguiu criar a primeira boa chance da etapa complementar. Aos 10 minutos, Lessandro finalizou livre após cobrança de escanteio, mas o goleiro do Ypiranga caiu para fazer uma defesa sensacional. Na resposta, o Negroanil conseguiu o empate, aos 18 minutos. Tony Love recebeu cruzamento de Otávio dentro da paquena área e desviou entre os zagueiros para deixar tudo igual.

E quase que a virada veio aos 22 minutos dina. Bruno ganhou pela direita e cruzou forte para a área. Tony Love pegou de primeira e a bola raspou a trave. O Santos não se escondeu. Aos 30 minutos, Léo Rosa chutou em diagonal e Redson defendeu mais uma. Os times se fecharam e o duelo foi para as penalidades.

YPIRANGA CALIBRADO
Nas cobranças, o Ypiranga saiu na frente e o Santos perdeu. O acerto e erro se repetiram na segunda rodada de cobranças. O Ypiranga também fez o terceiro e dessa vez o Santos guardou. Will foi para a última cobrança e marcou 4 a 1 para o Ypiranga, garantindo o título ao clube.

 
 
" />