Paulistão: Técnico do Água Santa utiliza 'tempo livre' para evoluir profissionalmente

Pintado também falou sobre orientação passada aos atletas do clube de Diadema para manter a disciplina de atleta

por Federação Paulista (FPF)

Diadema, SP, 26 (AFI) - O Campeonato Paulista está paralisado desde o dia 16 de março, devido ao surto do Covid-19, o novo coronavírus. Mas nem essa pausa é capaz de parar o trabalho de alguns treinadores do nosso estadual. Esse é o caso de Pintado, técnico do Água Santa, que utiliza o "tempo livre" para evoluir.

“Não podemos deixar de lado a profissão e as responsabilidades. Utilizar bem esse tempo que temos para ficar em casa é muito importante. Estou revendo alguns jogos que fiz no Figueirense. É algo muito especial. Revivendo jogos a gente acaba revivendo situações positivas e negativas. Revisando tais situações, a gente acaba aprendendo como sempre", destacou.

Pintado estreou na equipe de Diadema na quarta rodada, no empate diante do Ituano. Desde o seu primeiro jogo, o Água Santa coleciona duas vitórias, quatro empates e apenas uma derrota.

"Esses resultados positivos foram muito importantes. Jogos que marcaram bastante, porque eram momentos difíceis com pouco tempo de trabalho. Tenho utilizado esse tempo para alimentar e aprender”, afirmou.

Experiente, o treinador revelou a necessidade de atualização ao longo de tempo e elogiou o trabalho do técnico Diego Simeone no comando do Atlético de Madri-ESP.

“Para mim, é exemplo de resultado o que o Atlético de Madri vem fazendo. Tive oportunidade de acompanhar o treinamento deles por um tempo, ano passado, e isso vem sendo importante para que eu continue aprendendo e crescendo cada vez mais”, explicou.

Pintado - Foto: Michael Sanches  - Foto: Michael Sanches
Pintado - Foto: Michael Sanches
CORONAVÍRUS
Apesar da pausa na competição por conta do coronavírus, Pintado revelou preocupação na manutenção do trabalho físico.

“Nós tivemos uma reunião via internet, na qual os atletas foram informados a não pararem ou não deixarem que a parte física seja comprometida. Mesmo que seja quase impossível, porque uma coisa é você treinar e outra é você jogar. Mas é importante que o atleta seja profissional sempre e não só quando está jogando ou competindo”, ressaltou Pintado, que completou.

“O atleta tem que ser profissional sempre. Neste momento de parada, onde o mais importante é o isolamento, é importante que os atletas se cuidem, pensando primeiro na família, nos pais, nas pessoas de idade, que são o grupo de risco. Eles têm essa responsabilidade também, de não saírem nas ruas, ou participar de festa e nenhum evento, mas que façam seus trabalhos individualmente em casa. Alguns exercícios, mesmo na alimentação. Tudo isso foi informado aos atletas. E cumprindo essas orientações, eles vão voltar em melhores condições”, garantiu o comandante.

Por fim, o treinador elogiou a decisão de paralisar a competição em prol da saúde.

“Essa paralisação foi a melhor decisão que o futebol paulista e brasileiro tomaram, além das empresas também, que é uma responsabilidade com a saúde mundial. É a melhor maneira de combater o vírus”, completou.

O Água Santa terminou a última rodada antes da pausa, na terceira colocação do Grupo A, com os mesmos 10 pontos que o Oeste, segundo colocado. Com isso, a equipe de Diadema se mantém na disputa da classificação para a próxima fase.