Clube do Paulistão para até que a FPF "se pronuncie sobre a continuação"

Água Santa solicitou que todos os funcionários não saiam de casa para não agravar a pandemia do coronavírus

por Agência Futebol Interior

Diadema, SP, 19 (AFI) - O Água Santa também paralisou suas atividades futebolísticas por causa do Covid-19. O clube de Diadema determinou que os "times masculinos como femininos", fiquem fora de combate "por tempo indeterminado, até que a Federação Paulista de Futebol se pronuncie sobre a continuação das competições no Estado de São Paulo".

DANI ALVES CRIA PASSINHO COM ESPOSA

"O corpo diretivo do clube decidiu pela paralisação em razão das orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) no combate à proliferação do novo coronavírus, responsável pela doença que fez sua primeira vítima fatal no Brasil nesta terça e já matou mais de 7 mil pessoas em todo o mundo", continua a nota.

E não são só os jogadores e jogadoras afetados. O Água Santa solicitou que todos os funcionários não saiam de casa para não agravar a pandemia do coronavírus.

De molho em casa. (Foto: Michael Sanches / Água Santa)
De molho em casa. (Foto: Michael Sanches / Água Santa)

"Diante da gravidade da situação, o Água Santa recomenda que todos os seus funcionários fiquem em suas casas e sigam as instruções da OMS: lavar as mãos frequentemente, usar álcool em gel, evitar aglomerações, não compartilhar objetos pessoais, cobrir boca e nariz ao espirrar ou tossir e ficar pelo menos a um metro de quem apresentar alguns dos sintomas da doença".

O Água Santa, antes da parada, ficou na terceira colocação do Grupo A com dez pontos, a mesma pontuação do Oeste que fecha o G2.

O time do técnico Pintado, porém, tem uma vitória a menos (3 a 2). Quando a bola voltar a rolar, o Água Santa receberá o Mirassol na Arena Inamar pela 11ª e penúltima rodada.