Paulista A2: A 80 km de Diadema, Água Santa se isola em 'refúgio palmeirense'

Delegação deixou o ABC na última quarta-feira rumo a Atibaia, onde está sendo feita a preparação para a decisão do acesso

por Agência Futebol Interior

Diadema, SP, 19 (AFI) - Surpreendido com uma derrota por 2 a 0 no primeiro jogo das semifinais contra o Santo André, no Bruno José Daniel, o Água Santa resolveu se blindar durante a preparação para a partida decisiva deste domingo, valendo o acesso. A delegação deixou Diadema na última quarta-feira rumo a Atibaia.

A 82 km do ABCD paulista, a cidade do interior conta com boa estrutura para preparação, uma vez que por muitas vezes foi o local de pré-temporada do Palmeiras. O hotel escolhido pela comissão do Netuno, aliás, é o mesmo que já recebeu os palmeirenses em mais de uma oportunidade.

Com a tranquilidade do refúgio, o time do técnico Márcio Ribeiro busca concentração total para reverter a derrota sofrida em Santo André. Na partida deste domingo, com início marcado para as 11 horas, será preciso vence por dois gols de diferença para levar a decisão aos pênaltis. Para conquistar o acesso no tempo regulamentar, a vitória tem que vir com três gols de vantagem.

Foto: Michel Sanches / Água Santa
Foto: Michel Sanches / Água Santa
DE VOLTA
O Netuno irá reforçado para a grande decisão. Sem jogar desde o dia 23 de março, em razão de uma operação no apêndice, Dadá foi liberado pelo departamento médico e está à disposição. Ele é o vice-artilheiro da Série A2, com oito gols, atrás de Alvinho, também do Água Santa.

Resta saber se Dadá começará jogando. Caso Márcio tome essa decisão, terá que sacar Everton, Celsinho ou Luan Dias. É possível que o treinador faça uma mudança na lateral esquerda, uma vez que Bruno Recife deixou o primeiro jogo com dores no tornozelo. Caso ele seja vetado, Maninho fica com a vaga.

O Água Santa deve ir a campo com Rafael; Jonathan Bocão .Lombardi, Luizão e Bruno Recife (Maninho); Serginho, Diogo Marzagão, Everton (Dadá), Luan Dias e Celsinho; Alvinho.