Rio Branco mantém domínio, mas Atlético também vai bem. Relembre a década no Acre!

Estrelão do Norte conquistou seis título, o dobro do Galo Carijó; Plácido de Castro quebrou a hegemonia da dupla, vencendo em 2013

por Agência Futebol Interior

Rio Branco, AC, 25 (AFI) - O Campeonato Acreano é dominado, historicamente, pelo Rio Branco, dono de 46 títulos homologados - Juventus, com apenas 14, é o segundo maior campeão. A década de 2010 deu prosseguimento a essa hegemonia.

Em dez edições entre 2010 e 2019, o Estrelão do Norte conquistou o título em seis oportunidades. Atlético Acreano, com três troféus, também se destacou. Apenas o Plácido de Castro, em 2013 quebrou a sequência da dupla.

Por isso, o Portal Futebol Interior preparou um especial para relembrar como foram os últimos dez anos no Estadual do Acre.

Rio Branco conquistou o título acreano de 2018
Rio Branco conquistou o título acreano de 2018
2010
O regulamento foi bastante simples. Na primeira fase, os dez times jogaram em turno único - após nove rodadas, os quatro melhores avançaram às semifinais. Para ser campeão, o Rio Branco, que liderara a etapa de classificação, bateu Juventus e Náuas no mata-mata.

2011
O sistema de disputa foi parecido com o do ano anterior. Os oito participantes se enfrentaram em turno e returno, com os quatro melhores da primeira fase indo ao mata-mata. Terceiro colocado, o Rio Branco chegou ao título eliminando Juventus e Plácido de Castro.

2012
O formato do Campeonato Acreano de 2012 foi igual ao de 2011. Após 14 rodadas da primeira fase, o Rio Branco terminou na liderança e passou por Plácido de Castro e Atlético Acreano no mata-mata para conquistar o tricampeonato consecutivo.

2013
Mais um vez, o regulamento foi mantido. Terceiro colocado na primeira fase após 14 rodadas, o Plácido de Castro foi campeão pela primeira vez na história desbancando Atlético Acreano e Rio Branco durante o mata-mata.

2014
O Rio Branco voltou a ser campeão estadual com o mesmo regulamento das últimas temporadas. Vice-líder da primeira fase após 14 rodadas, o Estrelão da Norte derrotou Plácido de Castro e Atlético Acreano para ficar com a taça.

2015
O bicampeonato consecutivo do Rio Branco saiu em uma edição com o mesmo formato. Vice-líder da primeira fase após 14 jogos, o Estrelão do Norte deixou Plácido de Castro e Galvez pelo caminho até chegar ao título.

2016
O Atlético Acreano conquistou o primeiro título na década em um regulamento diferente. Na primeira fase, oito times jogaram em turno único - líder, o Rio Branco se garantiu na decisão. Os seis melhores da etapa anterior se enfrentaram em turno único na segunda fase - primeiro colocado, o Galo Carijó ficou com a segunda vaga na final, na qual anotou 5 a 2 no placar agregado.

2017
O segundo título consecutivo do Atlético Acreano saiu com o mesmo regulamento de 2016. 'Campeão' da segunda fase, o Galo Carijó anotou 3 a 2 no somatório das duas partidas da final sobre o Rio Branco, que vencera a primeira fase.

2018
O regulamento mudou para 2018. Os oito times foram divididos em dois grupos de quatro. No primeiro turno, enfrentaram times da outra chave, e os dois melhores de cada uma delas avançaram às semifinais - o 'campeão' do turno foi o Galvez. O returno foi parecido - a diferença é que, na etapa de classificação, enfrentou-se times dentro do grupo; o 'campeão' foi o Rio Branco. Na decisão em dois jogos, o Estrelão anotou 5 a 2 no agregado.

2019
O Estadual do Acre de 2019 teve o mesmo formato de 2018 - a única diferença é que foram dez times na luta pelo título. 'Campeão' do segundo turno, o Atlético Acreano empatou as duas partidas (ambas por 1 a 1) com o Galvez, que vencera o primeiro turno, mas venceu por 5 a 4 nos pênaltis.