Série C: Alvo de críticas, goleiro pede para deixar o ABC

Edson não está satisfieto com a maneira como vem sendo tratado

por Agência Futebol Interior

Natal, RN, 04 (AFI) - No ABC desde 2016, o goleiro Edson pode colocar um ponto final na passagem pelo clube. Segundo informação do jornalista Marcos Lopes, da Rádio 98 FM Natal, o jogador de 33 anos procurou a diretoria abecedista e pediu para ser desligado.

Apesar de ter vivido bons momentos nos último anos, Edson tem lidado com muitas críticas na atual temporada. O problema é que o tom utilizado pelos torcedores tem ficado mais duro, assim como as palavras utilizadas para ofender o atleta, que está muito incomodado com fato de ser chamado constantemente de “traíra” e “paneleiro”, xingamentos motivados pelo posicionamento público do jogador contra a demissão do antigo treinador Raniell Ribeiro.

O goleiro já revelou ao técnico Roberto Fernandes que não gostaria de permanecer e manifestou o desejo também ao dirigente Paulo Tarcísio, que teria negado o pedido. A tendência é que a diretoria se reúna em breve para decidir qual será o procedimento frente ao caso. Diante das críticas, Edson perdeu a posição após a chegada do novo treinador, que promoveu Saulo ao cargo de titular.

Foto: Andrei Torres / ABC FC
Foto: Andrei Torres / ABC FC
PREPARAÇÃO
Enquanto o assunto é resolvido nos bastidores, o ABC se prepara para enfrentar o Treze, em duelo marcado para as 18 horas deste sábado, no Frasqueirão, pela 11ª rodada da Série C. A tendência é que Roberto Fernandes mantenha a base do time que empatou por 1 a 1 com o Náutico na rodada passada.

Existe a possibilidade de que o ídolo Wallyson enfim estréie em seu retorno ao Mais Querido. Ele teve o nome liberado no BID, assim como o atacante Tito, contratado junto ao Avenida. Enquanto isso, jogadores como Bóris Sagredo, Luan, Bocão, Anderson e Bruno Turco integram alista de dispensas do clube.

O ABC deve ir a campo com Saulo; Ivan, Joécio, Richardson e Guilherme; Anderson Pedra, Wenderson , Anderson Rosa e Dione; Moisés e Jefinho.