Luto! Morre no Rio de Janeiro um dos mais antigos cronistas esportivos do Brasil

Lóris Baena Cunha, de 97 anos. Lóris, era o último fundador da ACERJ - Associação dos Cronistas do Rio - que estava vivo

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 07 (AFI) - Faleceu nesta sexta-feira um dos mais antigos cronistas esportivos do Brasil: Lóris Baena Cunha, de 97 anos. Lóris, era o último fundador da ACERJ (Associação dos Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro) que estava vivo e foi sepultado no sábado no Cemitério do Caju, no Rio de Janeiro, em jazigo mantido pela ACERJ.

Além de atuar como cronista esportivo, Lóris Baena Cunha publicou vários livros, muitos deles ligados ao futebol, e também era o associado mais antigo da ABI (Associação Brasileira de Imprensa).

NO RIO DE JANEIRO DESDE 1955

Loris era último fundados da ACERJ vivo
Loris era último fundados da ACERJ vivo

Nascido em Belém-PA, Lóris Baena passou a viver definitivamente no Rio de Janeiro a partir de 1955, quando ainda atuava como correspondente da Rádio Clube de Belém.

Ganhador de sete bolas de ouro como cronista esportivo, Lóris Cunha trabalhou em vários veículos, como Folha Carioca, Luta Democrática, Organização Brasileira Esportiva e Mundo Esportivo, jornal de São Paulo, além de ser o representante da Rádio Brasil de Campinas no Rio de Janeiro. Também atuou em várias emissoras de rádio do Rio de Janeiro.

LIVRO SOBRE A HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO

Entre os principais livros de Lóris Baena está a “Verdadeira História do Futebol Brasileiro”, que conta a história de nosso futebol de 1890 até 1950 e que foi lançado em 1994.

A ABRACE (Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos) e várias outras entidades da categoria homenagearam a história de Lóris Baena Cunha em suas mídias sociais.

“Lóris Baena foi um brilhante jornalista, possuidor de notável conhecimento. Participamos juntos de congressos da ABRACE e sempre procurou passar seus conhecimentos para os mais jovens, mostrando seus livros e contando histórias do jornalismo esportivo brasileiro”, declarou Osires Nadal, decano da imprensa esportiva paranaense e assessor especial da ABRACE.

Registro da fundação da Abrace em 1974. Loris é o primeiro agachado, da esquerda para a direita
Registro da fundação da Abrace em 1974. Loris é o primeiro agachado, da esquerda para a direita