Após deixar clube da Série D, melhor técnico em Sergipe está livre no mercado

"Vínhamos realizando um trabalho no Freipaulistano, mas os resultados não foram os esperados"

por Grande Área

Campinas, SP, 26 - O Campeonato Brasileiro Série D vai entrando em sua reta final nesta primeira fase em que se classificam quatro equipes de cada grupo, 32 no total. Na nona rodada, muitos clubes já mudaram seus treinadores, tanto por opção dos clubes quanto dos próprios treinadores.

O técnico Paulo Foiani está na lista de técnicos que acabou entregando o cargo. O ex-treinador do Freipaulistano havia deixado a equipe Sergipana na sétima rodada da Série D. Vinha de um grande trabalho no Sergipe-SE, que tem contrato com treinador para 2021. Foi vice-campeão estadual e eleito o melhor técnico da competição.

"Vínhamos realizando um trabalho no Freipaulistano, mas os resultados não foram os esperados por mim e por minha comissão técnica. Então acho que naquele momento nosso vínculo estava se encerrando e resolvemos entregar o cargo, pois estava na virada do turno e o clube poderia buscar um profissional para buscar melhores resultados”, disse o treinador.

CARREIRA

Antes de assumir o Freipaulistano, o técnico Paulo Foiani foi vice-campeão estadual dirigindo o Sergipe e realizou uma grande campanha. Só ficou sem o troféu pelo saldo de gols com 06 para Confiança e 05 para Sergipe.

Foram 13 jogos no comando do clube e uma sequência de 12 jogos de invencibilidade com 08 vitórias e 04 empates. Sua equipe teve o melhor ataque com 22 gols, além de garantir calendário cheio em 2021 com vagas garantida na Série D do Brasileiro e Copa do Brasil e foi também eleito o melhor treinador na competição.

MAIS DE PAULO FOIANI

Ex-volante, Paulo Foiani iniciou sua carreira como treinador em 2012 como auxiliar técnico no Operário-PR, mas no ano seguinte assumiu o Marcílio Dias-SC de forma interina e foi efetivado. Conquistou seu primeiro título e acesso como treinador - foi campeão Catarinense Divisão Especial de 2013.

Dirigiu também as equipes do Toledo-PR e Cascavel-PR, onde conquistou título da Segunda Divisão e acesso à elite do paranaense de 2015.

O treinador também comandou o Juazeirense-BA, onde foi vice-campeão da Copa Governador. Comandou também Jacuipense-BA, ASA-AL, Campinense-PB, Tricordiano-BH, Fluminense de Feira Santana, Sinop-MT, Boa Esporte-BH, Marcilio Dias entre outros.