Série C: De volta ao Botafogo-PB, Mauro Fernandes vê retorno precipitado do futebol

O treinador abriu o coração e não escondeu que está preocupado com a volta do futebol na Paraíba

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 02 (AFI) - Em sua segunda coletiva de imprensa como técnico do Botafogo-PB, o técnico Mauro Fernandes abriu o coração e não escondeu que está preocupado com a volta do futebol na Paraíba. Na visão do comandante, que irá ficar a frente do Belo no Campeonato Paraibano e na Série C do Campeonato Brasileiro, esse retorno pode ajudar a propagar ainda mais o coronavírus e colocar em risco a vida de muitas pessoas.

"O futebol é o contato, tem agrupamento, então acho que todos os setores que envolvem o futebol têm mais de três ou quatro pessoas juntas. Então é um momento muito difícil para o retorno do futebol, justamente por isso. Nós não sabemos até quando e como esse vírus está espalhado próximo de você, ou a distância. Acho que o momento do futebol ainda é um momento de risco, principalmente no Brasil, agora que estamos no pico do vírus. Acho precipitado essa volta", disse o comandante.

De volta ao Botafogo-PB, Mauro Fernandes vê volta do futebol como precipitada
De volta ao Botafogo-PB, Mauro Fernandes vê volta do futebol como precipitada

O Campeonato Paraibano foi paralisado faltando duas rodadas para o final da fase classificatória, além do jogo entre Botafogo e Campinense, pela oitava rodada. Justamente a partida que irá marcar a volta do futebol no estado e está marcado para o dia 18 de julho, mesmo com o crescimento do número de casos e óbitos pela covid-19. O Belo inclusive voltou aos treinos nesta semana visando essa retomada.

GRANDES TRABALHOS NOS ÚLTIMOS ANOS
Antes de retornar ao Botafogo-PB, Mauro Fernandes vinha fazendo bons trabalhos nos últimos anos. Em 2017, chegou a Portuguesa com o objetivo de recolocar o clube paulista de volta na Série C do Brasileiro, mas mesmo com uma boa campanha na Copa Paulista - quatro vitórias, um empate, duas derrotas e estando dentro do G4 - foi desligado.

No ano seguinte, ajudou o Central-PE à chegar a final do Campeonato Pernambucano, diante do Náutico. Naquela campanha, chegou a marca de sete jogos sem derrota. Já em 2019, aceitou o convite para dirigir a Caldense-MG no Campeonato Mineiro. O treinador pegou a equipe em uma situação delicada, dentro da zona de rebaixamento e conseguiu levar a equipe às quartas de final da competição estadual.

No começo desta temporada, Mauro voltou o Brasiliense após dez anos, onde em 2004 ajudou a equipe a conquistar o seu primeiro titulo. Apesar disso, nesta última passagem vinha realizando boa campanha, mas acabou deixando o Jacaré após interferências da diretoria.