Após passagens por Londrina e Novorizontino, Roberto Fonseca estuda propostas do mercado

Técnico aposta em currículo positivo recente para se realocar

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - Após realizar grande campanha no Londrina-PR, em 2018, na Série B do Campeonato Brasileiro, Roberto Fonseca está de volta ao mercado.

O treinador tem no currículo recente a marca positiva de ter tirado o Tubarão da zona de rebaixamento e, no segundo turno, em arrancada espetacular, brigou pelo acesso e ficou com titulo simbólico por ter tido a melhor campanha nas últimas 19 rodadas.

Com o mercado no Brasil a todo vapor, o professor está disponível após a saída repentina do time paranaense. Com grandes trabalhos, o profissional de 56 anos quer aproveitar o bom momento na carreira para voltar rápido ao trabalho.

"Graças a Deus, venho de bons trabalhos nos últimos anos, com uma conquista inédita da Copa do Nordeste pelo Sampaio Corrêa. Também tive bom desempenho na última Série B no Londrina. Neste ano, obtive ótimo aproveitamento no à frente do Novorizontino no Campeonato Paulista. Agora, é momento de analisar com carinho as propostas que nos forem feitas", comentou.

Roberto Fonseca estuda propostas para voltar ao mercado
Roberto Fonseca estuda propostas para voltar ao mercado

INTENSO

A última temporada foi repleta de emoções e conquistas para Roberto Fonseca. O treinador havia sido contratado pelo Sampaio Corrêa no começo do ano e entrou para a história do clue ao faturar a competição regional ao vencer o Bahia, em Salvador, em título inédito ao time maranhense.

Após deixar o time de São Luís, foi contratado pelo Londrina, clube pelo qual atuou como atleta e técnico, mas com uma missão difícil, justamente escapar na Série C.

Fonseca, então, não só deixou o Z4, como também ficou 11 jogos invicto - sete vitórias e quatro empates -, alcançou a melhor campanha do segundo turno. No final das contas, restaram apenas duas vitórias para levar o Tubarão à elite do futebol nacional.

EM 2019

No começo deste ano, Roberto foi anunciado pelo Novorizontino, com contrato até o final do Campeonato Paulista.

Pelo Tigre, alcançou às quartas de final e acabou eliminado pelo milionário Palmeiras. Ele chegou a cravar marca de seis jogos sem derrota, além de desbancar o campeão Corinthians e o Santos, badalado com Jorge Sampaoli, no Pacaembu.

A CARREIRA

A história de Roberto Fonseca como treinador começou logo após encerrar a carreira como jogador, ainda na Portuguesa Londrinense.

A partir daí, dirigiu Águia-PR (2001), Oeste-SP (2003 e 2009), Botafogo-SP (2003, 2009 e 2011), Francana-SP (2004), Barretos-SP (2004), XV Piracicaba-SP (2004), Mirassol-SP (2004 e 2005), Sertãozinho-SP (2005), Bandeirante-SP (2005), Londrina (2005 e 2007), São Bento-SP (2006), CENE-MS (2006), ADAP-PR (2006), São Raimundo-AM (2006), Ituiutaba-MG (2007), Guaratinguetá-SP (2008, 2010 e 2011), Rio Branco-SP (2008 e 2009), Criciúma (2009), América-RN (2009), São Caetano (2010) Caldense-MG (2011 e 2018), Paraná Clube (2012), Itumbiara-GO (2012), Ituano-SP (2012 e 2013), CRB (2012), Brasiliense (2013), Santo André (2013 e 2014), Linense (2014), ABC-RN (2014 e 2015), São Bernardo-SP (2015), Cuiabá (2016 e 2017), Bragantino (2017) e Sampaio Corrêa (2018).

Roberto Fonseca sagrou-se campeão da Copa do Nordeste pelo Sampaio Corrêa em 2018
Roberto Fonseca sagrou-se campeão da Copa do Nordeste pelo Sampaio Corrêa em 2018

TÍTULOS COMO TREINADOR:

2001: Campeão Paranaense Série A3 com o Águia Futebol

2003: Campeão Paulista Série A2 com o Oeste

2012: Campeão Alagoano com o CRB

2017: Campeão Mato-Grossense com o Cuiabá (melhor treinador)

2018: Campeão da Copa do Nordeste com o Sampaio Corrêa