Paraibano: Francisco Diá perde quatro titulares do Campinense para confronto decisivo

Empate no Amigão obriga Campinense a vencer fora de casa para avançar à decisão

por Agência Futebol Interior

Campina Grande, PB, 05 (AFI) - Campinense e Atlético-PB decidem, neste domingo, uma vaga na final do Campeonato Paraibano, a partir das 17h, no Estádio Perpetão, em Cajazeiras. Após empate em 1 a 1 no jogo de ida, no Estádio Amigão, só a vitória interessa, enquanto nova igualdade leva o confronto às penalidades máximas.

Para o confronto decisivo, Francisco Diá, técnico do Campinense, terá de quebrar a cabeça para escalar o time. Afinal, o comandante tem quatros desfalques certos no time titular; o lateral Neílson,o zagueiro Jean e o atacante Chaveirinho receberam terceiro cartão amarelo, ao passo que o centroavante Denis foi expulso. A Raposa ainda não sabe se o meia João Paulo, contundido na ida, terá condições físicas de ir a campo.

Francisco Diá perde quatro titulares do Campinense para confronto decisivo
Francisco Diá perde quatro titulares do Campinense para confronto decisivo

Durante a semana, Diá comandou treinamentos em busca da melhor formação, pois uma vitória simples lhe dará a classificação à final estadual, além de uma vaga na Copa do Brasil de 2020. O profissional de 63 anos, porém, lamentou as oportunidades desperdiçadas diante do torcedor.

“Tivemos maior volume de jogo e criamos oportunidades no primeiro tempo. Isso poderia ter aberto uma vantagem. Em jogo importante, não podemos desperdiçar oportunidades. Trabalhamos na tentativa de corrigir os erros para que possamos realizar grande partida e conquistar a vaga na final”, disse o treinador.

Mesmo com desfalques importantes, o treinador tem contornado as situações adversas - jogadores, comissão técnica e funcionários estão com salários atrasados. A saída, então, tem sido motivá-los e passar confiança em busca de mais uma final no Paraibano, competição da qual é bicampeão pelo Campinense.

No torneio regional, Francisco Diá soma bom retrospecto como visitante. Das cinco vitórias, três delas foram longe do Amigão.

“Conquistamos vitórias importantes fora de casa. O nosso retrospecto é bom, mas temos que fazer por merecer. Os atletas estão focados na partida. Vale também uma vaga na Copa do Brasil do próximo ano. Então, estamos concentrados e respeitando nosso adversário”, ressaltou o professor.