MS Saad fica perto de classificação em Torneio da Conmebol, mas perde zagueira lesionada

A equipe Sub 14 venceu e joga por um empate. O Sub 16 perdeu, mas também joga por um empate

por Agência Futebol Interior

Teresópolis, RJ, 12 (AFI) - As equipes Sub 14 e Sub 16 do MS Saad voltaram a campo na tarde desta quinta-feira, 12, na Granja Comary, onde está sendo disputado o 1º Torneio de Desenvolvimento de Futebol organizado em parceria entre a CBF e a Conmebol. Na categoria Sub 14 o resultado foi positivo e o MS Saad venceu o COAFF, de Brasília (DF), por 2 a 1, de virada. Já o Sub 16 enfrentou a Chapecoense e num jogo bastante disputado acabou perdendo por 2 a 0. Na sexta-feira acontece a última rodada e o Sub 14 enfrenta o Tiger, do Rio de Janeiro. Já o Sub 16 joga contra o Internacional (RS).

Sub 14
Jogando no campo 2 da Granja Comary a equipe Sub 14 venceu o COAFF, de Brasília (DF), por 2 a 1, de virada e permaneceu na segunda colocação do Grupo A. A partida foi totalmente dominada pelo time Sul-Matogrossense, que perdeu uma infinidade de gols na primeira etapa. E ara complicar sua vida, ainda sofreu um gol aos 12 minutos no único ataque da equipe candanga na primeira etapa.
Kamile marca o gol de empate do MS Saad logo no início da segunda etapa de jogo na vitória, por 2 a 1, sobre o COAFF - Divulgação MS Saad
Kamile marca o gol de empate do MS Saad logo no início da segunda etapa de jogo na vitória, por 2 a 1, sobre o COAFF

No segundo tempo, após uma conversa para acalmar as jogadoras, o MS Saad voltou em cima do adversário e com um minuto de jogo empatou a partida com Kamile. Após cobrança de falta a bola explodiu no travessão e na sobra a atacante marcou o gol do MS Saad. Mais dez minutos se passaram e Duda colocou justiça no marcador. Ela recebeu a bola dentro da área e bateu forte para fundo das redes decretando a vitória. Mas os últimos cinco minutos foram de sufoco e o COAFF só não empatou porque a goleira Dudinha fez duas grandes defesas e evitou a igualdade no marcador.

Sub 16
O Sub 16 teve duas notícias tristes nesta quinta-feira. A primeira foi a contusão grave da zagueira Talissa, que rompeu os ligamentos do tornozelo direito e teve uma fratura de fíbula. E o interessante é que na contusão a atleta se machucou sozinha ao prender o pé o corpo girar sobre o sue eixo. Mas isso aconteceu quando o placar já estava definido, 2 a 0 para a Chapecoense (SC), e o árbitro encerrou a partida aos 28 minutos da etapa final.

Em campo a Chape foi superior durante todo o primeiro tempo e construiu o placar antes dos 25 minutos da etapa. Os gols saíram em lances de falha de posicionamento da zaga com as atletas catarinenses ficando na frente da goleira Maria Eduarda. Porém, o segundo gol foi marcado de forma irregular, já que a atacante estava bem adiantada e a assistente, que estava muito mal posicionada, deixou a jogada seguir.

A zagueira Talissa foi prontamente atendida atendida dentro de campo e depois em Hospital de Teresópolis - Divulgação MS Saad
A zagueira Talissa foi prontamente atendida atendida dentro de campo e depois em Hospital de Teresópolis

No segundo tempo o MS Saad acertou a marcação e o time catarinense não criou mais nenhuma chance e o tempo apenas passou, com a partida sendo encerrada devida a contusão da zagueira Talissa, que saiu de ambulância da Granja Comary e foi direto para um hospital de Teresópolis.

Nota
O fato grave ocorrido com a zagueira do MS Saad aconteceu de forma inusitada e o pronto atendimento dos envolvidos na competição, que agiram com eficiência fizeram com que o acontecido não fosse agravado. O MS Saad agradece o apoio da CBF e em momento algum tem algo a questionar sobre o ocorrido.