'Sonho de criança realizado', diz Éverton Ribeiro após vestir a 10 da seleção

Com a lesão de Neymar, o meia do Flamengo foi o camisa 10 da Seleção Brasileira na vitória por 1 a 0 sobre a Venezuela, no Morumbi

por Agência Estado

São Paulo, SP, 14 (AFI) - A lesão de Neymar abriu espaço para o meia Éverton Ribeiro assumir a camisa 10 e ser titular da seleção brasileira pela primeira vez, aos 31 anos, na noite desta sexta-feira. Após a vitória por 1 a 0 sobre a Venezuela, o jogador do Flamengo comemorou a oportunidade e falou em "sonho de criança realizado".

Éverton Ribeiro foi o destaque da seleção na fraca atuação na noite desta sexta-feira, no Morumbi, em São Paulo. Ele participou da jogada do gol marcado por Roberto Firmino, já no segundo tempo. O meia do Flamengo cruzou, o lateral Renan Lodi disputou pelo alto e a bola sobrou para Firmino completar para o fundo da rede.

"Muita felicidade. Infelizmente, o Neymar acabou machucado e tive essa grande oportunidade, a honra de vestir a 10 da seleção, um sonho de criança realizado, pude aproveitar. Graças a Deus conseguimos uma vitória, pude participar da jogada do gol. Vai ficar marcado e que venha o próximo jogo", afirmou Éverton Ribeiro.

Ao ser questionado sobre a dificuldade para furar a retranca venezuelana, Éverton Ribeiro analisou os erros cometidos pela seleção brasileira. "Um time muito fechado, a proposta deles era do contra-ataque e dificultaram a entrada pelo meio. Às vezes abusamos da tentativa por dentro e exploramos pouco a lateral que estava mais fácil. Quando encontramos o passe, conseguimos a jogada do gol. O mais importante foi vencer. Sabemos que cada jogo vai ser difícil e é importante a vitória", disse o meia.

O Brasil é a única seleção com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Após vencer Bolívia, Peru e Venezuela, o time comandado por Tite enfrenta o Uruguai na terça-feira, em Montevidéu.