'Chegou a hora de dizer que sou gay', declara árbitro que já apitou Liga dos Campeões

"Nem sempre gostei tanto dele como árbitro. Mas isto é impressionante e foi muito bem feito", falou o técnico Dag-Eilev Fagermo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 28 (AFI) - O árbitro norueguês Tom Harald Hagen , que já participou de Liga dos Campeões, Liga Europa e Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018, tomou uma ação para lá de importante para o mundo do futebol, um ambiente muitas vezes machista e preconceituoso: confirmou publicamente que é gay.

"Chegou a hora de dizer que sou gay. Só coisas positivas virão disso. Para mim, sempre foi uma parte completamente natural da vida", contou ao jornal Glamdalen.

Tom Harald Hagen - Foto: Divulgação / UEFA
Tom Harald Hagen - Foto: Divulgação / UEFA
No final de semana, ele esteve em Valerenga e Kristiansund, pela 22ª rodada no Campeonato Norueguês, duelo no qual o atacante Flamur Kastrati teria insultado o técnico Dag-Eilev Fagermo com falas homofóbicas. Até por conta disso, Kristiansund confirmou que punirá o jogador, que pediu desculpas pelo ato.

"É o cúmulo da ironia eu ter apitado aquela partida. Talvez o jogador tenha dito isso por capricho, isso pode acontecer no futebol. Mas realmente temos que nos livrar dessas coisas", comentou o juiz, que recebeu o apoio de Dag-Eilev Fagermo.

"Nem sempre gostei tanto dele como árbitro. Mas isto é impressionante e foi muito bem feito. Tenho muito respeito por ele", declarou.