Tévez critica a retomada do futebol em meio à pandemia: 'Tem gente morrendo'

Preocupado com a volta das atividades nos clubes, o jogador afirmou que teve os seus sogros internados com a covid

por Agência Estado

Campinas, SP, 29 - O futebol no Brasil já voltou a ser disputado há pouco mais de um mês, mas no resto da América do Sul ainda não. Na Argentina, a Associação de Futebol Argentino (AFA, na sigla em espanhol) prevê que os clubes poderão retomar os treinamentos no início de agosto - principalmente os que disputam a Copa Libertadores -, mas há uma polêmica com as autoridades de saúde do país que não aprovam o retorno dos jogadores às suas atividades neste momento de alta em casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus.

Um dos ídolos do Boca Juniors, que chegou a cogitar um retorno ao Corinthians, Carlitos Tévez é um dos que não querem a retomada do futebol na Argentina neste momento de pandemia do novo coronavírus. Em uma entrevista a um programa de TV local, o atacante reiterou a sua opinião de que é preciso priorizar a luta contra a covid-19.

Tévez critica a retomada do futebol em meio à pandemia: 'Tem gente morrendo'
Tévez critica a retomada do futebol em meio à pandemia: 'Tem gente morrendo'
"O futebol tem muitos negócios, mas com pessoas doentes e morrendo é difícil. É difícil voltar agora com os hospitais lotados. Não podemos sair dessa realidade, para mim não é hora de voltar. Se não pudermos treinar daqui até 10 de agosto, a data da Libertadores será alterada", disse Tévez no programa Intratables. De acordo com a Conmebol, a competição sul-americana terá a sua retomada em 15 de setembro.

PREOCUPAÇÃO
Preocupado com a volta das atividades nos clubes, o jogador afirmou que teve os seus sogros internados com a covid-19.

"Tudo isso é muito feio. Eu tenho pessoas próximas que ficaram mal, como meu sogro e minha sogra. Eles conseguiram se recuperar, mas foram internados. Isso tocou a todos nós e, felizmente, eles foram capazes de sair. É um momento sensível, estou irritado com toda essa situação, quero que as pessoas se cuidem. Temos que cuidar de nós mesmos, fazer o que pudermos para que isso passe rapidamente", afirmou.

No entanto, Tévez vem sofrendo críticas também por causa de uma foto divulgada nas redes sociais, na qual sem máscara e sem distanciamento social, estava cercado por um grupo de fãs.