Real segue na liderança de marcas mais valiosas, mas vê o Barcelona se aproximar

O time Merengue fechou as suas receitas anuais em 1,419 bilhão de euros (R$ 8,617 bilhões)

por Agência Estado

Campinas, SP, 29 - Mesmo com os prejuízos econômicos acarretados pela pandemia do novo coronavírus, o Real Madrid continua sendo o clube de futebol mais valioso do mundo. Isso é o que diz o mais recente relatório da Brand Finance. O estudo ainda mostra que o valor da marca merengue teve uma queda de 13,8% e, em contrapartida, o Barcelona um aumento de 1,4%.

"Hoje, duas marcas espanholas no mundo do futebol vestem a Espanha. Sem dúvida, o esporte espanhol é mais um orgulho dos espanhóis e mostra o poder brando de nossa nação", disse Teresa de Lemus, diretora administrativa de finanças de marca.

Apesar do recuo, considerado extraordinário em decorrência do contexto em que mundo se encontra, as projeções da marca Real Madrid são otimistas. O clube expandiu a sua oferta comercial com o lançamento do Real Madrid Next, voltada em parcerias tecnológicas.

Real segue na liderança de marcas mais valiosas, mas vê o Barcelona se aproximar
Real segue na liderança de marcas mais valiosas, mas vê o Barcelona se aproximar
Porém, os merengues contam com uma concorrência que existe também dentro de campo. As projeções do rival catalão também não deixam a desejar. Diferente da queda de receita acumulada pelo Real Madrid, o Barcelona teve um aumento de 1,4% no mesmo período e diminuiu a diferença.

O Real Madrid fechou as suas receitas anuais em 1,419 bilhão de euros (R$ 8,617 bilhões), enquanto que o Barcelona em 1,413 bilhão de euros (R$ 8,580 bilhões). A marca catalã também possui projetos voltados ao setor de tecnologia e projeta a construção de um novo estádio.

Confira o ranking dos clubes mais valiosos do mundo:
Real Madrid - R$ 8,617 bilhões

Barcelona - R$ 8,580 bilhões

Manchester United - R$ 7,89 bilhões

Liverpool - R$ 7,28 bilhões

Manchester City - R$ 6,69 bilhões

Bayern de Munique - R$ 6 bilhões

Paris Saint-Germain - R$ 5,87 bilhões

Chelsea - R$ 5,76 bilhões

Tottenham - R$ 4,78 bilhões

Arsenal - R$ 4,33 bilhões