Técnico da Espanha critica jogos com portões fechados: 'É dançar com a irmã'

Na opinião dele, o ambiente sem torcida e o silêncio do estádio deixam as partidas sem graça

por Agência Estado

Campinas, SP, 21 - O técnico da seleção espanhola, Luis Enrique, lamentou nesta quinta-feira a realização de jogos com os portões fechados em alguns países europeus. Na opinião dele, embora seja necessário ter o cuidado com a pandemia do novo coronavírus, o ambiente sem torcida e o silêncio do estádio deixam as partidas sem graça.

Em entrevista nas redes sociais, o espanhol disse ter visto os jogos do último fim de semana pelo Campeonato Alemão. Foi o retorno da competição, cercado por diversos cuidados em razão da pandemia do novo coronavírus. Todas as partidas foram disputadas com as arquibancadas vazias.

Técnico da Espanha critica jogos com portões fechados: 'É dançar com a irmã'
Técnico da Espanha critica jogos com portões fechados: 'É dançar com a irmã'
"Isto (portões fechados) é mais triste do que dançar com a própria irmã. Vi a Bundesliga e é lamentável. Ouvem-se os insultos e perde-se a intimidade dos bons momentos", comentou o técnico. Luis Enrique manifestou, no entanto, ser necessário compreender que tal situação é necessária para poder se retomar o futebol.

"Temos de entender que o futebol é um grande negócio, que gera muito dinheiro e, apesar de tudo, ajuda a passar esta fase de confinamento", afirmou o treinador. Assim como na Alemanha, o próprio futebol espanhol deve ser retomado em breve da mesma forma: sem torcidas no estádios.