Reunião do Conselho da Fifa no Paraguai é cancelada e será por teleconferência

As reuniões desde que Gianni Infantino assumiu a presidência anteriores foram em Kigali (Ruanda), Calcutá (Índia), e Bogotá (Colômbia)

por Agência Estado

Campinas, SP, 18 - A Fifa anunciou nesta terça-feira o cancelamento da reunião que seu conselho iria realizar em Assunção, no Paraguai, no próximo mês e decidiu que o encontro será realizado na Suíça através de uma teleconferência.

Ao informar da mudança aos 37 membros do Conselho, a secretária-geral da Fifa, Fatma Samoura, explicou que vários dos participantes haviam expressado reticência pela longa viagem à capital do Paraguai. O plano original era realizar a reunião em 12 e 13 de março, mas agora será feita através de uma teleconferência em 20 de março, a partir da sede da entidade, em Zurique.

Samoura destacou que existe uma "ampla preocupação" para viagem aéreas longas diante do surto de coronavírus na China. Também apontou o alto custo e questões ambientais como fatores que influenciaram na mudança de planos.

Gianni Infantino
Gianni Infantino
A decisão foi tomada em meio a um mês de tensões entre a Fifa e o comando do futebol africano, e uma aliança entre as confederações continentais mais fortes, da Europa e da América do Sul.

O Conselho da Fifa se reúne três vezes por ano. O encontro em março tem como objetivo apresentar o balanço financeiro entidade gestora do futebol mundial e também o seu orçamento.

Desde que Gianni Infantino assumiu a presidência da Fifa em 2016, o Conselho que dirige deixou de se reunir em Zurique, marcando os encontros para outros países. As reuniões anteriores foram em Kigali (Ruanda), Calcutá (Índia), e Bogotá (Colômbia). A que sucederia Assunção está agendada para Adis Ababa (Etiópia).