Técnico campeão com a Argentina em 1986, Bilardo está internado em estado grave

O ex-treinador sofre de uma síndrome de hidrocefalia normotensa e já foi internado em outras ocasiões, mas o estado voltou a piorar

por Agência Estado

Campinas, SP, 19 (AFI) - Carlos Bilardo, técnico da seleção argentina campeã mundial na Copa de 1986, no México, está internado em estado grave. O ex-treinador sofre de uma síndrome de hidrocefalia normotensa, por causa da qual já havia sido hospitalizado duas vezes em 2018. Seu estado piorou muito nesta sexta-feira.

O Instituto Argentino de Diagnóstico 4 de julho publicou um comunicado sobre o estado de Bilardo, de 81 anos. "Ele está atualmente na unidade de terapia intensiva, sendo seu prognóstico reservado."

O ex-treinador está hospitalizado em estado grave após ser operado para drenar sangue e pus alojados no cérebro. Foi a segunda intervenção em pouco mais de um mês, segundo informações confirmadas por parentes e pela imprensa argentina.

No ano passado, Bilardo foi internado duas vezes depois de ter sido diagnosticado que ele sofria da síndrome de "Hakim Adams", também conhecida como hidrocefalia normotensiva, doença neurodegenerativa comum entre homens com mais de 60 anos.

Meia revelado pelo San Lorenzo, Bilardo foi tricampeão da Libertadores com o Estudiantes (1968, 1969 e 1970). Teve destaque também como treinador, carreira que ele iniciou no próprio Estudiantes, em 1971. Passou mais duas vezes pela equipe, além de trabalhar no Boca Juniors, San Lorenzo, Deportivo Cali, Sevilla e no comando das seleções da Colômbia, Guatemala e Líbia.

Bilardo assumiu o comando da seleção argentina em 1982. Foi campeão em 1986, no México, e ficou com o vice-campeonato mundial na Itália, em 1990. Teve ótimo relacionamento com o astro Diego Maradona, grande líder do selecionado neste período.