Dirigente de clube é morto a tiros e suspeita é de crime encomendado na Bolívia

Nelson Mauriel foi morto durante uma viagem em uma estrada boliviana situada na cidade de Santa Cruz

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - Um fato triste abalou o mundo do futebol na noite de sexta-feira. Isso porque o vice-presidente do Blooming-BOL, Nelson Mauriel foi morto a tiros em uma estrada boliviana situada na cidade de Santa Cruz. A suspeita é que o crime tenha sido encomendado e está sendo investigado pelas autoridades locais.

Segundo informações preliminares, o matador de aluguel apareceu em uma motocicleta e alvejou o carro em que estava o dirigente e um empresário local. No total, Mauriel, o outro ocupante do carro, levou quatro tiros mas não tem perigo de morte.

Dirigente de clube é morto a tiros e suspeita é de crime encomendado
Dirigente de clube é morto a tiros e suspeita é de crime encomendado

"Há uma pessoa que seria o autor dos feitos. Estamos esperando o relatório pericial para estabelecer e confirmar algumas hipóteses, mas certamente se trata de um 'modus operandi' de um assassinato encomendado", disse o ministro do Interior da Bolívia, Carlos Romero, em coletiva de imprensa.

MATADOR DE AUGUEL
O matador de aluguel foi capturado após sofrer um acidente de moto enquanto fugia da polícia. Em sua página oficial no Facebook, o clube, que é um dos mais populares da Bolívia, prestou homenagem ao dirigente.