Dinamarca pensa no futuro e contrata técnico que começará trabalho após Eurocopa

Kasper Hjulmand já foi anunciado como novo treinador, mas só chega em 2020

por Agência Estado

Campinas, SP, 12 - A Dinamarca já está pensando além em seu futebol. Nesta quarta-feira, a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU, na sigla em dinamarquês) anunciou a contratação do técnico Kasper Hjulmand, mas o seu trabalho só começará depois da disputa da Eurocopa de 2020. Até lá, o comando continua sendo de Age Hareide, um norueguês que está no cargo desde 2015.

O diretor de seleções da DBU, Peter Möller, assegurou nesta quarta-feira, em uma entrevista coletiva de imprensa, em Copenhague, que não se trata da demissão de Age Hareide, mas que a federação decidiu apostar em uma pessoa (Kasper Hjulmand) com um projeto de longo prazo, embora o contrato seja de quatro anos.

Técnico foi anunciado, mas só assume em 2020. (Foto: Jens Dresling)
Técnico foi anunciado, mas só assume em 2020. (Foto: Jens Dresling)

"Para mim foi importante ser honesto. Seria difícil olhar para os olhos dele (Age Hareide) se dentro de quatro, sete ou oito meses eu tivesse que contar que já tomei uma decisão pelas costas. Isso não", afirmou o dirigente.

Com 47 anos, Kasper Hjulmand é uma aposta da Federação Dinamarquesa. O treinador já comandou o Mainz, da Alemanha, e atualmente está em sua segunda passagem pelo clube local Nordsjaelland, onde foi campeão nacional em 2012.

Sob o comando de Age Hareide, a Dinamarca se classificou para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia e chegou às oitavas de final - foi eliminada pela vice-campeã Croácia. Nas Eliminatórias da Eurocopa de 2020, o país jogou três vezes e está na segunda colocação do Grupo D com cinco pontos.