Brasileiros que levavam jovens para jogar na Europa são presos por tráfico de pessoas

Os empresários prometiam contratos em clubes europeus, mas abandovam os jogadores em condições de vida indignas

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) – O sonho de se tornar um jogador de futebol e atuar na Europa pode ser muito tentador para jovens atletas brasileiros e, mais uma vez, criminosos disfarçados de agenciadores foram desmascarados.

Dois empresários brasileiros, que levavam jogadores para Portugal, foram presos por tráfico de pessoas. O presidente de um clube na cidade de Nazaré fazia parte do esquema e está preso.

As prisões foram realizadas na última quarta-feira, quando a investigação chegou ao fim, após cerca de três meses de buscas por evidências por parte do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Cerca de 20 jogadores estavam em Portugal com situação irregular, todos brasileiros. Os garotos ficavam hospedados no próprio clube em condições que a SEF classificou como ‘indignas’.

Segundo a investigação, os empresários prometiam um visto de residência na Europa e um contrato profissional, mas abandonavam os jovens.

Os dois empresários brasileiros foram presos na cidade de Leiria e são suspeitos ainda de outros crimes como imigração ilegal e falsificação de documentos.