Luto! Morre goleiro autor da defesa mais lendária de uma Copa do Mundo

Nos últimos quatro anos o ex-goleiro vinha travando uma luta contra um câncer nos rins

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 12 (AFI) - O ex-goleiro inglês Gordon Banks morreu nessa terça-feira aos 81 anos. Para muitos, Banks foi o maior goleiro do mundo de todos os tempos. Nos últimos quatro anos o ex-goleiro vinha travando uma luta contra um câncer nos rins.

Até hoje, passados quase 50 anos, sua defesa em uma cabeçada de Pelé na Copa do Mundo de 1970 é reprisada como sendo a maior da história de todas as Copas.

Nascido em 30 de dezembro de 1937, Gordon Banks começou sua carreira no modesto Chesterfield e decolou mesmo vestindo a camisa do Leicester City quando chegou a titularidade do gol da Seleção da Inglaterra. Depois jogou em outras equipes e no final de carreira ainda atuou nos Estados Unidos.

Gordon Banks morreu nesta terça-feira
Gordon Banks morreu nesta terça-feira
MELHOR GOLEIRO DA COPA DE 1966

Na Copa de 1966, no único título mundial conquistado pela Inglaterra, Gordon Banks foi titular em todos os jogos e considerado o melhor goleiro daquele mundial.

Em 1972, em razão de um acidente automobilístico, Gordon Banks perdeu parte da visão de seu olho direito.

Nos últimos anos, fragilidade pela saúde, Gordon Banks reclamava do abandono que vinha sofrendo das entidades dirigentes do futebol inglês e europeu.

Nessa terça-feira, em seu canais oficiais, a FIFA lamentou a morte de Gordon Banks.