Uefa acusa seleção polonesa por racismo da torcida em jogo da Liga das Nações

O caso será julgado no próximo dia 21 e se encaixa no primeiro inquérito disciplinar desta nova competição europeia

por Agência Estado

São Paulo, SP, 10 - A Uefa anunciou nesta segunda-feira que acusou a Polônia pelo comportamento racista de sua torcida. De acordo com a entidade, o incidente aconteceu no confronto da seleção polonesa diante da Itália na última sexta-feira, que terminou empatado em 1 a 1, pela Liga das Nações, em Bologna.

Em comunicado, a Uefa não especificou quais foram os atos racistas praticados pelos torcedores poloneses. De qualquer forma, trata-se do primeiro inquérito disciplinar desta nova competição europeia. O caso será julgado no próximo dia 21.

A Polônia empatou com a Itália por 1 a 1. O gol dos poloneses foi marcado por Zielinski (Foto: AFP)
A Polônia empatou com a Itália por 1 a 1. O gol dos poloneses foi marcado por Zielinski (Foto: AFP)

OUTRA ACUSAÇÃO
Também nesta segunda, a Uefa anunciou que acusou a República Checa e a Ucrânia por invasão de campo no confronto entre os países, na quinta-feira, em duelo vencido pelos ucranianos por 2 a 1, fora de casa.

A torcida visitante ainda foi acusada de arremessar objetos para dentro do gramado, enquanto os checos também serão investigados por atrasar o início do jogo.

PORTÕES FECHADOS
Ainda durante o dia, a Uefa explicou que rejeitou o recurso do Olympique de Marselha e ordenou que o clube dispute sua próxima partida na Liga Europa com os portões do Estádio Vélodrome fechados por conta do comportamento de sua torcida em diversos jogos da última temporada. Assim, o time francês não poderá contar com a presença de seus torcedores no duelo diante do Eintracht Frankfurt, dia 20 de setembro.

 
 
" />