"Messi chorou como se tivesse perdido a mãe", relembra preparador da Argentina

Caso ocorreu após a derrota da Argentina na final diante do Chile, na Copa América Centenário, realizada em 2016

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - O preparador físico da Argentina, Elvio Paolorosso, relembrou um dos momentos mais difíceis da carreira de Lionel Messi. Em entrevista ao programa Jogo Bonito da Rádio CUT, de seu país, ele descreveu que o argentino "chorou como se tivesse perdido a mãe" após a final da Copa América Centenário, em 2016, quando foi derrotado pelo Chile nos pênaltis.

"Foi muito dolorido o momento após o jogo no vestiário, mas o pior ainda estava por vir. Às duas da manhã, mais ou menos, fui até a rouparia e encontrei o Leo, sozinho, absolutamente sozinho, chorando como um bebê que perdeu a mãe”, disse Elvio.

Aquela foi a terceira frustração seguida de Messi. Em 2014, já havia perdido a final da Copa do Mundo diante da Alemanha, no Brasil, e foi derrotado pelo mesmo Chile na Copa América em 2015. Na decisão de pênaltis, em 2016, Messi ainda desperdiçou uma cobrança.

 
 
" />