Hayatou buscará 8º mandato na Confederação Africana contra cartola de Madagáscar

Ahmad Ahmad vai ser o responsável por tentar encerrar um período de 29 anos do camaronês

por Agência Estado

Campinas, SP, 13 - A Confederação Africana de Futebol anunciou nesta sexta-feira que o camaronês Issa Hayatou vai buscar mais um mandato à frente da entidade continental, mas terá um adversário na eleição presidencial, que dará um mandato de quatro anos, até 2021, para o seu vencedor.

Ahmad Ahmad, o presidente da federação de futebol de Madagáscar, vai ser o responsável por tentar encerrar um período de 29 anos de Hayatou à frente do comando do futebol africano.

Hayatou buscará 8º mandato na Confederação Africana contra cartola de Madagáscar
Hayatou buscará 8º mandato na Confederação Africana contra cartola de Madagáscar
Com a sua candidatura, Hayatou, de 70 anos, não cumpriu a promessa realizada em 2013, quando foi reeleito sem oposição, e prometeu que não buscaria um outro mandato eleitoral em 2017.

Agora, porém, decidiu que vai tentar buscar o seu oitavo período à frente da confederação.

Ex-atleta, o camaronês realizou tratamento de diálise em anos recentes.

Enquanto atuava como presidente em exercício da Fifa, após Joseph Blatter se afastar do cargo, Hayatou passou por um bem-sucedido transplante renal.

O Comitê Executivo da Confederação Africana de Futebol confirmou as candidaturas nesta sexta-feira, ao término do seu encontro em Libreville, no Gabão, às vésperas do início da Copa Africana de Nações no país.

A entidade modificou seu estatuto em 2015 e limitou a três mandatos presidenciais.

Porém, essa regra só vale a partir da próxima eleição, o que permite a Hayatou buscar um novo período à frente da entidade na votação agendada para março.

aaa