Campeão inglês com Leicester City supera Zidane e é eleito melhor técnico de 2016

Após chegear ao clube com intuito de evitar o rebaixamento, Claudio Ranieri fez história na terra da rainha

por Agência Estado

Campinas, SP, 09 - Apontado como grande responsável por uma das maiores zebras da história do futebol, o italiano Cláudio Ranieri foi apontado nesta segunda-feira como melhor treinador de 2016 pela Fifa. Aos 65 anos, o treinador levou o Leicester City ao inesperado título de Campeão Inglês.

Ranieri chegou à cerimônia da Fifa nesta segunda-feira, em Zurique, na Suíça, como um dos três finalistas e como o que carregava na manga o título de menor expressão internacional. Zinedine Zidane, em sua primeira temporada como treinador, levou o Real Madrid ao título da Liga dos Campeões, enquanto Fernando Santos fez de Portugal campeão da Eurocopa pela primeira vez.

Os três eram novatos entre os finalistas da premiação, que agora é independente da Bola de Ouro da revista France Football e leva o nome Melhor do Mundo. Diferente de Zidane, porém, Ranieri não é nenhum calouro como treinador.

Claudio Ranieri foi eleito pela Fifa como melhor técnico de 2016
Claudio Ranieri foi eleito pela Fifa como melhor técnico de 2016
Jogador mediano durante a carreira, ele começou como técnico em clubes pequenos da Itália. Chegou ao Napoli em 1991 e, depois, passou por Fiorentina, Valencia, Atlético de Madrid, Chelsea, Parma, Juventus, Roma, Inter de Milão e Monaco. Apesar de ter trabalhado em diversos times expressivos, seu currículo não tinha mais que títulos de divisões inferiores, uma Copa do Rei e uma Copa da Itália.

Para piorar, ficou só quatro jogos no comando da Grécia, em 2014, substituindo exatamente Fernando Santos. Perdeu três partidas - uma delas para as Ilhas Faroe -, não formou um time, sequer se mudou para o país, e foi logo demitido.

RENASCIMENTO
Parecia o fim da linha para Ranieri, que chegou ao Leicester com o claro intuito de salvar a equipe do rebaixamento. Apesar das vitórias em sequência, o treinador demorou a admitir que o time brigava pelo título, que veio deixando para trás alguns dos mais ricos times do mundo.

Escolhido como melhor técnico da Inglaterra e melhor treinador italiano na temporada passada, ele, porém, não fez um grande segundo semestre em 2016. No Inglês, a equipe é só a 15.ª colocada, brigando contra o rebaixamento. Por outro lado, na Liga dos Campeões, a equipe avançou em primeiro no seu grupo. Vai pegar o Sevilla na próxima fase.

aaa