Delegado do "Caso Queiroz" é o mesmo que prendeu zagueiro por racismo no Brasil

Osvaldo Nico Gonçalves foi o responsável por prender o argentino Desábato após chamar Grafite de "macaco"

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - O delegado Osvaldo Nico Gonçalves, responsável pela operação que prendeu Fabrício Queiroz, ex-funcionário de Flávio Bolsonaro, é conhecido por participar de ações com grandes repercussões no estado de São Paulo.

Uma delas, inclusive, aconteceu no meio futebolístico. No dia 13 de abril de 2005, Osvaldo Nico Gonçalves prendeu o zagueiro argentino Desábato ainda no gramado do Morumbi por racismo.

Osvaldo Nico Gonçalves prende o zagueiro Desábato
Osvaldo Nico Gonçalves prende o zagueiro Desábato
Durante um jogo entre São Paulo e Quilmes-ARG, pela Copa Libertadores, Desábato chamou Grafite de "macaco" durante a discussão e o ex-atacante tricolor acabou sendo expulso após empurrar o argentino.

No entanto, Osvaldo Nico Gonçalves ficou sabendo do ocorrido e, como estava próximo ao Morumbi, foi ao estádio e, após conversa com Grafite, entrou no gramado depois do apito final e prendeu Desábato na frente de todo mundo.

O argentino deixou o Morumbi dentro de um carro da Polícia Civil e só foi liberado para voltar ao seu país depois de passar duas noites na cadeia e pagar R$ 10 mil de fiança.