Clubes ganham seguidores nas redes sociais mesmo com paralisação do futebol

Estudo tem o objetivo de acompanhar o desenvolvimento das bases digitais dos 50 clubes com o maior número de seguidores do país

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 06 (AFI) - Abril foi o primeiro mês totalmente impactado pela paralisação do calendário do futebol nacional devido à pandemia da Covid-19. Mesmo em meio a este cenário ímpar e com crescimento reduzido em comparação com a série histórica, a maioria dos clubes, especialmente os da Série A do Campeonato Brasileiro, expandiu o volume de seguidores em suas plataformas oficiais.

O Portal Futebol Interior, em nenhum momento, deixou de alimentar o site e as redes sociais. Pelo contrário! Neste período, o Portal FI produziu as tradicionais matérias diárias e ainda aumentou o fluxo de especiais e exclusivas.

O levantamento abaixo é divulgado mensalmente pelo IBOPE Repucom e tem o objetivo de acompanhar o desenvolvimento das bases digitais dos 50 clubes com o maior número de seguidores do país.

Sobe e desce. (Foto: Reprodução)
Sobe e desce. (Foto: Reprodução)
"Mesmo em meio a uma situação de crise sem precedentes, que teve como consequência a completa ausência das competições, 85% dos clubes da Série A seguem expandindo o volume e alcance de suas bases digitais", explicou José Colagrossi, diretor executivo do IBOPE Repucom.

IMPORTÂNCIA DAS REDES!
O levantamento deste mês destaca o crescimento das bases digitais de Flamengo, Santos, Ceará, São Paulo e Internacional. O resultado dos cinco clubes que mais cresceram no período corresponde a 70% do total de novas inscrições nas contas oficiais dos 50 maiores clubes durante o mês de abril de 2020.

"Ainda que com um avanço menor, este persistente movimento de crescimento reforça a importância das plataformas sociais como instrumento de comunicação com sócios, promoção dos patrocinadores e, sobretudo, relacionamento com fãs e manutenção do principal ativo do clube: a paixão e engajamento de seus torcedores", analisou Colagrossi.

"Que esta crise atual finalmente convença a todos os clubes brasileiros, independente de tamanho e localização, da importância fundamental das mídias sociais como plataforma de engajamento de seus fãs e patrocinadores", completou.

Os melhores do ranking. (Foto: Divulgação)
Os melhores do ranking. (Foto: Divulgação)
RANKING!

O Flamengo manteve o crescimento em abril e segue liderando o ganho de novos inscritos. O rubro-negro somou 180 mil inscrições na somatória de suas redes sociais, com grande participação de sua conta oficial no Instagram, onde liderou o crescimento e foi responsável por 82% de seu desempenho mensal. O clube também divide a liderança de inscritos no YouTube com o Corinthians, ao somar 10 mil novos inscritos no mês passado em seu canal oficial.

O Santos obteve o segundo maior crescimento do mês entre os clubes nacionais e estreia no pódio de crescimento mensal do ranking digital. O clube agregou cerca de 34 mil novos inscritos no combinado de suas redes ao longo de abril. O clube ainda registrou o segundo maior crescimento no YouTube e o terceiro no Instagram, de onde vem a grande maioria de seus novos inscritos.

EM CRESCIMENTO!
O Ceará alcançou o terceiro maior crescimento geral entre todos os 50 clubes monitorados no último mês. Além de liderar entre os clubes da região Nordeste, ainda ultrapassou o rival Fortaleza e retomou a 18ª posição, em posse do rival desde novembro de 2019.

São Paulo e Internacional fecham o TOP5 de abril. O clube paulista registrou a vice-liderança no Instagram e esteve entre os 3 com maior crescimento no Twitter. Já o Colorado concentrou praticamente todo seu crescimento em sua conta oficial no Instagram.

O Instagram segue como a ferramenta com a maior concentração de novos inscritos dos clubes de futebol no País. E, neste momento em especial, 85% dos clubes registraram avanços em seu volume de seguidores na plataforma no último mês.