CBF deve encurtar o Brasileirão para não mexer nos estaduais

A presidente da Federaçãio Paraibana de Futebol afirma que Rogério Caboclo garantiu o final dos estaduais sem alterações

por Agência Futebol Interior

João Pessoa, PB, 19 (AFI) – Em meio a indefinições quanto ao calendário brasileiro para a sequência da temporada 2020, já que ainda não se sabe por quanto tempo os campeonatos estaduais ficaram parados, a presidente da Federação Paraibana de Futebol, Michelle Ramalho, afirmou que a CBF já tem uma solução.

CONMEBOL ABRE ESPAÇO

A dirigente disse que se reuniu com Rogério Caboclo, presidente da CBF, e outros representantes de federações no início da semana e que Caboclo confirmou que vai fazer alterações no Campeonato Brasileiro.

A ideia é deixar que os campeonatos estaduais terminem normalmente e fazer um Campeonato Brasileiro mais curto para não estender o calendário.

Rogério Caboclo, presidente da CBF
Rogério Caboclo, presidente da CBF

“O Rogério Caboclo vai convocar um novo arbitral e vai mudar o formato. Vai ter um novo formato caso essa onda do coronavírus venha a se alargar. Com certeza alguém vai ter que espremer seus campeonatos e não serão os estaduais”, afirmou Michelle Ramalho.

A dirigente da Federação Paraibana de Futebol aprovou a decisão e está otimista que a escolha foi a melhor possível para organizar o calendário nacional neste ano atípico.

“O presidente está de parabéns. Pode ter certeza que ainda teremos futebol este ano. O presidente se propôs a diminuir as datas do Brasileiro para dar oportunidade a todos os estaduais. Vamos terminar os estaduais, independente de qualquer coisa. OP tempo só vai depender da situação do Brasil diante desse vírus”, explicou.