CBF determina suspensão por tempo indeterminado de todas competições nacionais

Isso deve desencadear em escala todas as outras competições esportivas no país, inclusive os campeonatos estaduais.

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 15 (AFI) - A pandemia de COVID-19, o novo coronavírus, atingiu em cheio agora o futebol do Brasil. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou agora à tarde a suspensão em âmbito nacional de todas suas competições. Isso inclui a Copa do Nordeste, Copa do Brasil, as competições femininas e de base.

Isso deve desencadear em escala todas as outras competições esportivas no país, inclusive os campeonatos estaduais. Novas medidas devem ser confirmadas na segunda-feira.

DÉRBI NA DESPEDIDA ?
O Dérbi 196 em Campinas, entre Guarani e Ponte Preta, programado para esta segunda-feira às 20 horas no brinco de Ouro deve ser o último jogo em gramados paulistas. Na sexta-feira a Secretaria Municipal de Saúde já tinha determinado o duelo com portões fechados.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) vai ses reunir nesta segunda-feira com todos seus filiados para tomar uma medida.

Após o dérbi no Brinco de Ouro, todas competições devem parar
Após o dérbi no Brinco de Ouro, todas competições devem parar

NOTA OFICIAL DA CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu suspender, a partir desta segunda-feira, dia 16/3, por prazo indeterminado, as competições nacionais sob sua coordenação que estão em andamento: Copa do Brasil, Campeonatos Brasileiros Femininos A1 e A2, Campeonato Brasileiro Sub-17 e Copa do Brasil Sub-20.

“Sabemos e assumimos a responsabilidade do futebol na luta contra a expansão da COVID-19 no Brasil”, afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Em relação aos campeonatos estaduais, as Federações Estaduais de futebol, entidades organizadoras, terão deliberações específicas para cada competição, sendo respeitada a sua autonomia local.

A CBF seguirá em permanente contato com o Ministério da Saúde, unindo esforços para que o país e o esporte superem o grande desafio em relação à pandemia, torcendo para que, o quanto antes, possamos voltar à normalidade.