Treinador abandona estádio após time levar três gols em 15 minutos

Jonas Xavier alegou rebeldia das jogadores e acabou demitido do cargo

por Agência Futebol Interior

Manaus, AM, 09 (AFI) - Imagine você ver seu time tomar três gols em apenas 15 minutos e deixar o estádio. Pois foi assim que o técnico Jonas Xavier, do Clíper-AM, reagiu ao ver o início da goleada de seu para o Iranduba, pela sexta rodada do Campeonato Amazonense feminino. O jogo acabou 12 a 0 e as meninas terminaram o duelo sem o técnico na beira do campo.

Inconformado com a atuação de suas jogadoras, Xavier discutiu com atletas do banco de reservas e foi para os vestiários após o terceiro gol do Iranduba. Ainda, ele deixou o estádio. O motivo para a saída foi a rebeldia de algumas atletas.

"O problema é que as jogadoras vieram de campeonatos de bairros, a maioria é de Presidente Figueiredo e lá elas são acostumadas a bater de frente com o treinador. Então elas pegaram uma pessoa que impõe o que tem que ser feito dentro de campo. E algumas jogadoras lá não gostam de serem mandadas", justificou Xavier em entrevista à Rádio Difusora do Amazonas.

O motivo da saída repentina foi uma discussão entre o treinador e as jogadores reservas após uma bronca nas defensoras do Clíper.

"Eu esta passando instruções para as jogadoras para que a gente não viesse a levar mais gols. Só que eu falei de um modo meio alterado e a jogadora que estava no banco de reservas, a Gerlaine, que é a goleira, veio me questionar porque eu estava falando daquela maneira com as jogadoras. Olhei pra ela e falei pra e falei então para que ficasse na beira de campo como treinadora", acrescentou.

A curiosidade é que ele acabou substituído durante o jogo pelo auxiliar-técnico Jonathan Bruno, que é atacante do time masculino do Clíper, que disputa a Série B do Campeonato Amazonense. Como não poderia deixar de ser, Jonas Xavier teve a demissão confirmada após a partida. No próximo duelo, o último da fase classificatória, a equipe será comandada pelo presidente, Wallace Dantas.