Piauiense: Final da 2ª Divisão tem gritos homofóbicos contra goleiro, que condena

Jailson foi insultado pela torcida da equipe de Picos, durante a decisão do torneio

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 30 (AFI) - A final da Segunda Divisão do Campeonato Piauiense acabou sendo 'manchada' por gritos homofóbicos vindo das arquibancadas, direcionadas ao goleiro Jaílson, do Timon. O duelo aconteceu no estádio Helvídio Nunes, entre o time visitante e o Picos.

Na súmula, o árbitro Antônio Dib registrou o caso. "Aos 18 e aos 32 minutos do segundo tempo da partida, a torcida da Sociedade Esportiva de Picos proferiu contra o goleiro da equipe do Esporte Clube Timon, Sr Jailson Cardoso de Araújo, os seguintes gritos homofóbicos: "Bicha, bicha, bicha, v..., v...", falou.

O goleiro condenou a ação. "Lamentável. Não tem cabimento isso ainda acontecer com um atleta profissional. Invés de apoiarem sua equipe, ficam tentando tirar o foco do adversário. Precisa ter punição rigorosa. Espero que mais ninguém passe pela mesma situação", completou.

Jaílson, goleiro do Timon, foi insultado em partida contra Picos
Jaílson, goleiro do Timon, foi insultado em partida contra Picos
JULGAMENTO
O caso será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que deve determinar uma multa a ser paga pela equipe do Picos. Existe a possibilidade, caso seja reincidente, da perda de pontos.

Apesar de sair derrotado do jogo, o Timon precisa apenas vencer pelo placar mínimo para conquistar o título, já que tem campanha superior a de seu rival.