Novo Figueirense? Time do RJ entra em greve e promete W.O. na quarta

A diretoria deve três meses de salários aos jogadores, que clamam por uma solução

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 09 (AFI) - O Figueirense parece ter servido de exemplo para muitos clubes do futebol brasileiro. Com salários atrasados, o time catarinense entrou em greve e deu W.O. e deu W.O. em plena Série B de Campeonato Brasileiro. Se isso foi possível em um dos campeonatos mais importantes do país, imagina nos demais. O Goytacaz vive situação semelhante e prometeu não entrar em campo até que a diretoria tome alguma providência.

Goytacaz entrou em greve - Héllen Souza
Goytacaz entrou em greve
Em reunião realizada nesta segunda-feira, os jogadores, com três meses de salários atrasados, afirmaram que não vão treinar e nem jogar (time disputa a Série B1 do Campeonato Carioca) sem que ao menos a diretoria sinalize alguma forma de quitar tais dívidas. A possibilidade de um acordo é considerada praticamente nula.

Um novo encontro foi marcado para esta terça-feira. A diretoria pediu aos jogadores um prazo para tentar resolver a situação, mas os atletas seguem irredutíveis. O medo de ficarem novamente na mão tomou conta no Goytacaz.

SITUAÇÃO

O Goytacaz vem brigando pelo acesso no Carioca B1, o que deixa a situação ainda mais preocupante e pede um resolução rápida. Na tabela de classificação, soma 11 pontos, na terceira posição, contra 12, do América e 17, do líder do Grupo A, o Artsul.

O duelo entre Goytacaz e Tigres está marcado para quarta-feira, às 20h, no estádio Ary de Oliveira, pela oitava rodada. O Tigres é o lanterna do Grupo B, com apenas um ponto.