Justiça nega recurso de ex-goleiro Bruno no caso Bruninho

Desembargadores entenderam que não cabem mais recursos na ação

por Agência Futebol Interior

Mato Grosso do Sul, MS, 13 - O ex-goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza teve negado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) o pedido de revisão do processo de paternidade de Bruno Samúdio de Souza.

Ex-goleiro Bruno teve petição negada (Foto: Divulgação)
Ex-goleiro Bruno teve petição negada (Foto: Divulgação)
A solicitação está baseada no fato de Bruno dizer que reconheceu a paternidade de forma voluntária, sem a realização de exame de DNA. O recurso está ligado ao fato de que o condenado a 20 anos de prisão pela morte de Eliza Samúdio foi declarado pai de Bruninho e teve pensão fixada.

Os desembargadores, em sua maioria, negaram a ação, já que não havia mais possibilidade de petições nesse caso.

Vale lembrar que Bruno também foi condenado por sequestrar e manter o filho em cárcere privado.