Mundial Sub-17: Fifa define datas, mas sorteio será apenas em 11 de julho

Torneio da categoria masculina será disputado de 26 de outubro a 17 de novembro deste ano, aqui no Brasil

por Agência Estado

Campinas, SP, 31 - Três meses depois de se decidir pela mudança de sede do Peru para o Brasil, por problemas estruturais, a Fifa anunciou nesta sexta-feira as datas do Mundial Sub-17 Masculino. Atendendo a um pedido feito pela CBF, por conta do pouco tempo de preparação com a alteração repentina, o torneio será disputado de 26 de outubro a 17 de novembro deste ano.

De acordo com a Fifa, em um comunicado oficial emitido nesta sexta-feira, as sedes do Mundial e o calendário de partidas serão anunciados antes do sorteio dos grupos, que será realizado no dia 11 de julho na sede da entidade, em Zurique, na Suíça.

"Nos últimos anos o Brasil recebeu com êxito grandes competições, incluindo a Copa do Mundo (em 2014) e os Jogos Olímpicos (no Rio de Janeiro, em 2016). Estamos convencidos de que sua capacidade e a paixão dos torcedores contribuirão para o êxito do Mundial Sub-17", afirmou o ex-jogador croata Zvonimir Boban, atual secretário geral adjunto da Fifa.

INTENÇÃO
A ideia da CBF é não usar os estádios da Série A do Campeonato Brasileiro, que estará em suas rodadas finais. A entidade pensa em dividir a competição por regiões próximas, em arenas menores, para facilitar os deslocamentos e evitar custos mais altos.

HISTÓRICO DA COMPETIÇÃO
O Mundial Sub-17 terá sua 18.ª edição em 2019. O maior vencedor é a Nigéria com cinco conquistas, sendo a última em 2015. O Brasil vem na sequência com três títulos - 1997 (no Egito), 1999 (na Nova Zelândia) e 2003 (na Finlândia).

Maracanã não deve receber Mundial Sub-17 Masculino - Foto: Divulgação
Maracanã não deve receber Mundial Sub-17 Masculino - Foto: Divulgação
Essa será a primeira vez que o País receberá a competição, que tem a Inglaterra como a atual campeã. Em 2017, na Índia, bateu a Espanha na final, mas não se classificou para defender a taça.

QUEM VEM?
Dos 24 participantes em 2019, 23 já estão definidos. Falta apenas um representante da África. Os países já garantidos são: Brasil, Austrália, Japão, Coreia do Sul, Tajiquistão, Angola, Camarões, Nigéria, Canadá, Haiti, México, Estados Unidos, Argentina, Chile, Equador, Paraguai, Nova Zelândia, Ilhas Salomão, França, Hungria, Itália, Holanda e Espanha.