Série D: Caldense e equipe da Copa Paulista empatam jogo-treino em 1 a 1

O volante Henrique abriu o placar para o Grêmio Osasco, enquanto o meia Denílson empatou para os donos da casa

por Agência Futebol Interior

Poços de Caldas, MG, 15 (AFI) - A Caldense, que disputa o Campeonato Brasileiro da Série D, enfrentaria o Bragantino Sub 20 na manhã desta quarta-feira, mas houve uma mudança e o adversário foi o Grêmio Osasco, que se prepara para a Copa Paulista.

O jogo-treino aconteceu no CT Ninho dos Periquitos, em Poços de Caldas-MG, e terminou com empate em 1 a 1. O volante Henrique abriu o placar para os visitantes, enquanto o meia Denílson empatou.

OPÇÃO
A intenção da partida foi dar ritmo de jogo aos atletas suplentes da Veterana e aos que não foram relacionados na vitória frente ao Sobradinho por 1 a 0 no último sábado. O jogo foi dividido em três tempos de 30 minutos. A Veterana começou com Alyson, Calebe, Lucas Mufalo, Tharsus, Rafael Verrone, João Vitor, Guly, Bruninho, Júlio Magalhães, Artur e Guilherme.

O JOGO
Na primeira etapa o confronto foi equilibrado, com mais chances de gol a favor do Grêmio Osasco. Aos 25 minutos, o volante Henrique carregou a bola pelo meio campo, ganhou da marcação e bateu colocado no ângulo para abrir o placar a favor dos visitantes.

No segundo tempo, o Verdão cresceu muito de produção. Entraram Fernando Nunes, Vinícius Fininho e Pablo Tchê Tchê. A Caldense chegou com perigo várias vezes, principalmente com Artur, que teve duas chances claras de cabeça, mas o goleiro João Altizani fez defesas milagrosas.

A Veterana ainda arriscou de longe com Júlio e o próprio Artur, entretanto João Altizani, inspirado, fechou o gol. No final da segunda etapa, o atacante Artur invadiu a área, e ao cortar a marcação houve um toque de mão.

Foto: Renan Muniz / Caldense
Foto: Renan Muniz / Caldense
A arbitragem marcou pênalti para a Caldense. O lateral-esquerdo Rafael Verrone cobrou a meia altura no canto e João Altizani defendeu.

Na etapa complementar, o técnico Marcus Paulo Grippi mandou a campo a equipe considerada titular.

A Caldense mostrou toda a sua força e passou a mandar completamento no jogo. Leleco soltou uma bomba em diagonal e quase empatou. Aos 23 minutos, saiu mais um pênalti a favor da Veterana após Mariotto ser derrubado na área.

Denílson foi para a batida e mandou com tranquilidade para o fundo das redes. João Vitor ainda teve a chance de marcar o gol da virada. O atacante recebeu enfiada de bola e saiu na cara do gol, teve tempo de escolher o canto, mas jogou em cima do goleiro Carlão.