Jornalista do SporTV critica Ronaldo Giovanelli: 'Típico do machismo'

Durante o programa Seleção SporTV, a jornalista comentava com seus colegas de bancada sobre Rodinei

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 12 (AFI) - Ronaldo Giovanelli, comentarista do Bem Amigos na Band, protagonizou na última segunda-feira mais uma cena de machismo no meio do futebol. Durante o programa Seleção SporTV, canal fechado da Rede Globo, a jornalista e comentarista Ana Thaís Matos comentava com seus colegas de bancada sobre o clássico entre Flamengo e Vasco no Campeonato Carioca, mas virou chacota para o ex-goleiro do Corinthians, que acompanhava pelas redes sociais.

André Rizek, apresentador do programa, postou em sua conta pessoal no Twitter comentários sobre Rodinei, lateral do Flamengo que perdeu um gol incrível no segundo tempo. Ronaldo Giovanelli o respondeu: “Essa profissional aí não tem culpa .... culpa tem quem achou que ela entende de futebol!!!! Renata Fan só tem UMA !!!!”, ele não endereça a mensagem, mas Ana Thais Matos apareceu pouco tempo depois para se defender.

Espaço incorporado por HTML (embed)

“Desculpa, Ronaldo se eu não atingi tua expectativa de como eu devo me comportar ou opinar pra ser uma comentarista dentro do q você considera certo ou bom. Afinal, num país onde mais de 50% da população é mulher você considera apenas uma apta a falar de futebol. Triste hein?”, respondeu a jornalista, que continuou se manifestando nas redes sociais. Ela inclusive relatou ser amiga de Renata Fan, apresentadora da Band.

“É triste isso porque esse é o pensamento que norteia a carreira de muitas mulheres no Brasil e no mundo. Sempre temos que nos encaixar no q homens como esse acham certo. Você não tem que gostar do meu trabalho, mas tem que me respeitar e com respeito não se negocia. Ou você tem ou não! Só que o mundo é feito redondo pra ninguém se esconder em nenhum canto e se você não lembra, foi em 2012 trabalhando na chefia de reportagem da Band que a Renata Fan me estimulou buscar meus sonhos. Por isso ela é o que é... E por isso é tão difícil uma mulher construir uma carreira. É típico do machismo rivalizar mulheres. Homem é um ser tão limitado que eles não conseguem enaltecer uma mulher sem diminuir a outra. Só que esse aí caiu do cavalo. Renata é minha amiga, incentivadora e grande referência. Comigo esse tipo de cobra não se cria.”